Teoria da literatura - Textos dos formalistas russos, livro de Tzvetan Todorov

Teoria da literatura - Textos dos formalistas russos

editora: UNESP
Ao traduzir e organizar esta coletânea, publicada originalmente em 1965, Tzvetan Todorov revelou aos leitores franceses a existência de uma notável escola de análise literária que prosperara em São Petersburgo (posteriormente, Leningrado) e Moscou entre 1915 e 1930. Trata-se de uma das poucas obras publicadas no Ocidente que apresentam textos da volumosa produção dos integrantes dos chamados formalistas russos, fundadores da escola formalista, que revolucionou a crítica literária, deu origem à lingüística estrutural e influencia ainda hoje o pensamento científico.

O legado teór... [Leia mais]
R$ 49,64
preço de capa: R$ 62,00
economia de: R$ 12,36 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$16,55 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
Ao traduzir e organizar esta coletânea, publicada originalmente em 1965, Tzvetan Todorov revelou aos leitores franceses a existência de uma notável escola de análise literária que prosperara em São Petersburgo (posteriormente, Leningrado) e Moscou entre 1915 e 1930. Trata-se de uma das poucas obras publicadas no Ocidente que apresentam textos da volumosa produção dos integrantes dos chamados formalistas russos, fundadores da escola formalista, que revolucionou a crítica literária, deu origem à lingüística estrutural e influencia ainda hoje o pensamento científico.

O legado teórico do Círculo Línguístico de Moscou, criado em 1914-1915 pelos jovens pesquisadores, entre os quais Roman Jakobson, Victor Chklóvski e Boris Eichenbaum, se tornou determinante para o substrato metodológico da Escola de Praga, reverberando inclusive na posterior análise estruturalista.

As ideias dos formalistas, no entanto, sofreram enorme resistência, tanto de críticos mais tradicionalistas, que os acusavam de se ligar demasiadamente à forma em detrimento do que a arte teria de mais elevado, quanto de teóricos marxistas, que esperavam dessa nova poética algum engajamento político-social. Seu conceito de literariedade, por exemplo, foi duramente criticado por teóricos do mundo todo durante décadas, por supostamente não dar conta da substância da literatura e estreitar sem sucesso os limites de uma obra de arte.

A polêmica em torno desse e de outros conceitos presentes nesta obra ainda persiste no meio intelectual, após quase cinqüenta anos de sua primeira edição no Ocidente – o que sugere a dimensão de sua importância.

Dados Técnicos
Páginas: 367
Peso: 451g
ISBN: 9788539304967