Arquitetura na era digital-financeira - Desenho, canteiro e renda da forma, livro de Pedro Fiori Arantes

Arquitetura na era digital-financeira - Desenho, canteiro e renda da forma

editora: EDITORA 34
assunto:
368 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7326-500-2
2012 - 1ª edição

Na passagem do século XX para o XXI &madsh; mais precisamente a partir da inauguração do Museu Guggenheim Bilbao, de Frank Gehry, em 1997 -, o cenário da arquitetura contemporânea foi tomado por um imaginário espetacular que, dando as costas à vocação social da arquitetura, acompanha a lógica do capital financeiro em sua busca do lucro máximo. Os arquitetos que tiveram seus nomes lançados às alturas nas últimas décadas - Gehry, Peter Eisenman, Rem Koolhaas, Norman Foster, Zaha Hadid, Herzog & de Meuron e ... [Leia mais]
R$ 51,07
preço de capa: R$ 64,00
economia de: R$ 12,93 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$17,02 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
368 p. - 16 x 23 cm
ISBN 978-85-7326-500-2
2012 - 1ª edição

Na passagem do século XX para o XXI &madsh; mais precisamente a partir da inauguração do Museu Guggenheim Bilbao, de Frank Gehry, em 1997 -, o cenário da arquitetura contemporânea foi tomado por um imaginário espetacular que, dando as costas à vocação social da arquitetura, acompanha a lógica do capital financeiro em sua busca do lucro máximo. Os arquitetos que tiveram seus nomes lançados às alturas nas últimas décadas - Gehry, Peter Eisenman, Rem Koolhaas, Norman Foster, Zaha Hadid, Herzog & de Meuron e outros - pautam seus projetos pelo avesso dos preceitos modernistas de racionalidade e universalidade: são as propriedades intrínsecas da forma, desvinculada do trabalho e expandida até o limite de sua materialidade, que conferem valor à obra.

Em Arquitetura na era digital-financeira, Pedro Fiori Arantes investiga o sentido plástico, econômico e político dessas formas únicas, detém-se em seu processo produtivo - as novas modalidades de projeto digital e as transformações do canteiro de obras -, e examina as condições de circulação, consumo e distribuição que tornaram possível essa arquitetura do excesso e da exceção.

Sobre o autor

Pedro Fiori Arantes nasceu em São Paulo, em 1974. Graduou-se pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo em 1999, e concluiu seu mestrado (2004) e doutorado (2010) pela mesma instituição. Atualmente é professor do Departamento de História da Arte da Escola de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). É integrante do coletivo Usina, que atua na área de habitação popular e autogestão, autor do livro Arquitetura Nova (Editora 34, 2002) e organizador da coletânea de ensaios de Sérgio Ferro, Arquitetura e trabalho livre (Cosac Naify, 2006).

Dados Técnicos
Peso: 410g
ISBN: 9788573265002