Cidade e Suas Margens, A, livro de Elisa Bracher, Fábio Valentim e Rodrigo Naves

Cidade e Suas Margens, A

editora: EDITORA 34
O livro A cidade e suas margens apresenta dois ensaios fotográficos da escultora e gravadora Elisa Bracher, reunindo cerca de 120 imagens.

O primeiro, realizado em 2007 na Favela da Linha, na zona oeste de São Paulo, é fruto em parte do longo convívio da artista com este espaço e seus moradores - muitos deles frequentadores do Ateliê Acaia, do qual a artista é diretora. Mas é fruto também de um olhar inesperado, que soube apreender no vazio abarrotado, no desencontro brusco de uma folha de compensado, fios de arame, chapas de plástico, grades, tijolos, tábuas, e em sua organizaçã... [Leia mais]
R$ 76,07
preço de capa: R$ 99,00
economia de: R$ 22,93 (23%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$25,36 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
O livro A cidade e suas margens apresenta dois ensaios fotográficos da escultora e gravadora Elisa Bracher, reunindo cerca de 120 imagens.

O primeiro, realizado em 2007 na Favela da Linha, na zona oeste de São Paulo, é fruto em parte do longo convívio da artista com este espaço e seus moradores - muitos deles frequentadores do Ateliê Acaia, do qual a artista é diretora. Mas é fruto também de um olhar inesperado, que soube apreender no vazio abarrotado, no desencontro brusco de uma folha de compensado, fios de arame, chapas de plástico, grades, tijolos, tábuas, e em sua organização sempre precária, ditada pela urgência, um vínculo intenso - aquilo que a artista define como um "desejo de mundo".

Foi um desejo de natureza semelhante que conduziu a artista a seu segundo trabalho reproduzido no livro: o ensaio "Locais de origem". A partir de informações bastante imprecisas, a artista se dispôs a fotografar rastros, laços, referências dos lugares de origem daqueles moradores cujas moradias ela havia registrado na Favela da Linha, o que a levou a uma viagem por sete estados do Nordeste brasileiro.

O contraponto entre o primeiro e o segundo conjunto de trabalhos abre necessariamente um espaço para reflexão que os textos reunidos neste livro não hesitam em explorar. Em "Fotografia de um não-lugar", o arquiteto Fábio Valentim repassa, à luz do trabalho de Elisa, questões candentes da arte, da arquitetura e do urbanismo contemporâneos. Em "Os pobres, a fotografia e seus (bons) limites", Rodrigo Naves, sem traçar juízos de valor, situa a singularidade da fotografia de Elisa e - por meio de paralelos com as fotos de Anna Mariani, por um lado, e com obras de Hélio Oiticica, por outro - pontua, não apenas na história brasileira, um campo de tensões que dizem respeito à arte, à experiência social e às controversas relações entre elas.

Dados Técnicos
Peso: 911g
ISBN: 9788573264081