Um Jogador, livro de Fiódor Dostoiévski

Um Jogador

editora: EDITORA 34
Tradução de Boris Schnaiderman
Ilustrações de Axl Leskoschek
Coleção Leste
232 p. - 14 x 21 cm
2004 - 3ª edição - 2011

No início de outubro de 1866, Dostoiévski, imerso em dívidas, encontrava-se numa situação-limite: ou entregava a seu editor um novo livro até o dia 1º de novembro ou perderia o direito a qualquer remuneração por suas obras pelo prazo de nove anos. Com auxílio da taquígrafa Ana Grigórievna Snítkina, que logo se tornaria sua segunda esposa, o escritor lançou mão de sua experiênc... [Leia mais]
R$ 42,50
preço de capa: R$ 52,00
economia de: R$ 9,50 (18%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,17 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
Tradução de Boris Schnaiderman
Ilustrações de Axl Leskoschek
Coleção Leste
232 p. - 14 x 21 cm
2004 - 3ª edição - 2011

No início de outubro de 1866, Dostoiévski, imerso em dívidas, encontrava-se numa situação-limite: ou entregava a seu editor um novo livro até o dia 1º de novembro ou perderia o direito a qualquer remuneração por suas obras pelo prazo de nove anos. Com auxílio da taquígrafa Ana Grigórievna Snítkina, que logo se tornaria sua segunda esposa, o escritor lançou mão de sua experiência nas mesas de roleta &madash; iniciada anos antes, ao lado de sua amante Polina Súslova &madash;, para produzir, em pouco mais de vinte dias, esta obra vertiginosa.

Com uma trama em que todos os interesses giram em torno do dinheiro e em que se confrontam as culturas russa, francesa, inglesa e alemã, Um jogador é uma narrativa altamente satírica que, ao mesmo tempo, retrata de maneira insuperável a atmosfera dos cassinos, a paixão pelo jogo e a psicologia profunda de um jogador.

Sobre o autor

Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski nasceu em Moscou a 30 de outubro de 1821, e estreou na literatura com Gente pobre, em 1844. Após ser preso e condenado à morte pelo regime czarista em 1849, teve sua pena comutada para quatro anos de trabalhos forçados na Sibéria, experiência retratada em Recordações da casa dos mortos (1861). Após esse período, escreve uma sequência de grandes romances, culminando com a publicação de Os irmãos Karamázov em 1880.

Reconhecido como um dos maiores autores de todos os tempos, Dostoiévski morreu em São Petersburgo, a 28 de janeiro de 1881.

Sobre o tradutor

Pioneiro do curso de Língua e Literatura Russa da Universidade de São Paulo, Boris Schnaiderman nasceu na Ucrânia em 1917 e veio para o Brasil em 1925. Verteu para o português, com reconhecida excelência, obras de Púchkin, Górki, Tolstói e Dostoiévski, entre outros. Em 2007, foi agraciado pelo governo da Rússia com a Medalha Púchkin, em reconhecimento por sua contribuição na divulgação da cultura russa no exterior.

Dados Técnicos
Peso: 297g
ISBN: 9788573263107