O Crocodilo, livro de Fiódor Dostoiévski

O Crocodilo


R$ 31,50
preço de capa: R$ 45,00
economia de: R$ 13,50 (30%)
editora: EDITORA 34
prazo: Sob encomenda. Envio em 2 dias úteis + frete
Em estoque.
   adicionar ao carrinho
  • Os Irmãos Karamázov (2 volumes), livro de Fiódor Dostoiévski

    Os Irmãos Karamázov (2 volumes)

    Fiódor Dostoiévski

    R$ 118,00
    R$ 96,76


  • A Epopeia de Gilgamesh, livro de Anônimo

    A Epopeia de Gilgamesh

    Anônimo

    R$ 39,90
    R$ 27,93


  • Vocabulário de Espinosa, livro de Charles Ramond

    Vocabulário de Espinosa

    Charles Ramond

    R$ 34,90
    R$ 24,43


  • O Aleph, livro de Jorge Luis Borges

    O Aleph

    Jorge Luis Borges

    R$ 47,90
    R$ 35,93


  • Ficções, livro de Jorge Luis Borges

    Ficções

    Jorge Luis Borges

    R$ 47,90
    R$ 35,93


  • A Dama de Espadas, livro de Aleksandr Púchkin

    A Dama de Espadas

    Aleksandr Púchkin

    R$ 55,00
    R$ 38,50


  • A Dama do Cachorrinho, livro de A. P. Tchekhov

    A Dama do Cachorrinho

    A. P. Tchekhov

    R$ 64,00
    R$ 52,48


Descrição
Tradução de Boris Schnaiderman
Coleção Leste
168 p. - 14 x 21 cm
2000 - 1ª edição; 2011 - 4ª edição

Numa sofisticada galeria de lojas em São Petersburgo, o funcionário público Ivan Matviéitch é engolido vivo por um réptil exposto à visitação. Com este acontecimento insólito Dostoiévski inicia O crocodilo, um conto imprevisível que, mais de cem anos depois, continua a intrigar os leitores — tanto pela sátira impiedosa à burocracia como por sua crítica à concepção de progresso em voga na Rússia.

Já o segundo texto que compõe este livro, Notas de inverno sobre impressões de verão, é escrito num tom bastante distinto. Aqui Dostoiévski faz o relato febril, quase vertiginoso, de uma viagem que realizou por vários países da Europa no verão de 1862. Particularmente reveladoras são suas observações sobre as metrópoles de Londres e Paris, que resultam numa análise aguda — e atualíssima — da "personalidade ocidental", cindida entre os polos do individualismo e da fraternidade, da ambição e do sacrifício.

Sobre o autor

Fiódor Mikháilovitch Dostoiévski nasceu em Moscou a 30 de outubro de 1821, e estreou na literatura com Gente pobre, em 1844. Após ser preso e condenado à morte pelo regime czarista em 1849, teve sua pena comutada para quatro anos de trabalhos forçados na Sibéria, experiência retratada em Recordações da casa dos mortos (1861). Após esse período, escreve uma sequência de grandes romances, culminando com a publicação de Os irmãos Karamázov em 1880.

Reconhecido como um dos maiores autores de todos os tempos, Dostoiévski morreu em São Petersburgo, a 28 de janeiro de 1881.

Sobre o tradutor

Pioneiro do curso de Língua e Literatura Russa da Universidade de São Paulo, Boris Schnaiderman nasceu na Ucrânia em 1917 e veio para o Brasil em 1925. Verteu para o português, com reconhecida excelência, obras de Púchkin, Górki, Tolstói e Dostoiévski, entre outros. Em 2007, foi agraciado pelo governo da Rússia com a Medalha Púchkin, em reconhecimento por sua contribuição na divulgação da cultura russa no exterior.

Dados Técnicos
Peso: 222g
ISBN: 9788573261868
Google Books Preview





A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann