Ara, livro de Ana Luíza Amaral

Ara


R$ 26,60
preço de capa: R$ 38,00
economia de: R$ 11,40 (30%)
   adicionar ao carrinho
editora: ILUMINURAS
condição: Livro novo
prazo: Sob encomenda. Envio em 1 dia útil + frete (grátis nas compras acima de R$149 para todo o Brasil)
  • Tudo (e mais um pouco) - Poesia reunida (1971-2016), livro de Chacal

    Tudo (e mais um pouco) - Poesia reunida (1971-2016)

    Chacal

    R$ 45,00
    R$ 31,50


  • Distraídos venceremos, livro de Paulo Leminski

    Distraídos venceremos

    Paulo Leminski

    R$ 19,90
    R$ 14,93


  • A Idolatria Poética ou a Febre de Imagens, livro de Sérgio Medeiros

    A Idolatria Poética ou a Febre de Imagens

    Sérgio Medeiros

    R$ 29,00
    R$ 20,30


  • Ladainha, livro de Bruna Beber

    Ladainha

    Bruna Beber

    R$ 32,90
    R$ 26,32


  • Boitempo - Esquecer Para Lembrar, livro de Carlos Drummond de Andrade

    Boitempo - Esquecer Para Lembrar

    Carlos Drummond de Andrade

    R$ 59,90
    R$ 44,93


Descrição
Romance aqui (na escrita de Ana Luísa Amaral) é o empenho em vasculhar um gênero ficcional (seus tempos, suas personagens, seus lugares) que se ponha a expressar (com a propriedade que lhe couber nessa arriscada louça) a evidência de um mundo inominado e exíguo, fascinante: o da mulher – essa eterna questão de gênero. O que alarga o exercício de tal novelística para outros modos literários, conflitantes e afins: o verso, o teatro – o cinema de palavras?

De maneira que todos os componentes dessa “ficção” se encontram (então) em estado de periclitância notável, visto que trabalham (amorosamente) em romance, no trânsito entre si e o alheio, para facultarem um idioma (um romanço?!) jamais praticado porque interdito, e outro – porque mudo. Cadê a matéria verbal para dar conta de nós, as mulheres? E, no entanto, dispomos apenas do mesmo e velho repertório de conjugações e pronomes simples (gramática, sintaxe, semântica, efeitos verbais, adjetivos, substantivos, interjectivos), do kit de uma tradição canonizada e estranha, para esculpir e rasgar, para parir a carne da nossa vida, a nossa letra própria. Para criar, na língua que usamos, um sentimento infalável.

Sulcar essa matéria tão pisada, ará-la, lavrá-la, preparar-lhe outra cultura não é apenas um conforto explicativo ou uma lide botânica em que florescem camélias nos túneis das lembranças. O tempo corre, a escrita urge e faz-se um esforço maratonista para fabricá-la: alcançá-la antes que se esboroe. A língua de Ana Luísa é uma ocarina breve, um lume, uma pira acessa que aponta para o terceiro país (aquele onde nascem as japoneiras), o continente obscuro (dixit o dr. Freud) a minuciar. E daí que (sempre em grandes tornados) interrogue: afinal, o narrar tem dono?! Nela, tudo está em vez de, difusamente no avesso e em reverso, em hiato ambivalente, em entrelugar, em des-hibernação, em capicuas, em anagramas, em palíndromes.

E isso é Ara: assentamento da antiga pedra do lar para uma nova casa comum e branda. Dela, se pode ver o mar travado, se podem ruir os longos penedos que oprimem, se podem ouvir os pios coloridos dos pássaros.

Mas nada disso é arrimo. O esquema é inenarrável. Não há bolsas nem saltos (elegantes) de sentido. Nenhum recato entre folhas, caneta, caderno, mão, borracha, lápis, risco ou emendas em cima dessa mesa. Só o espanto produz a coisa de rasgar, o resto, a liga que lhes destrói a simetria.

A jusante, a montante, num eclipse de lua, contra a fluência das águas (e sôbolos rios que vão), a língua de Ana Luísa Amaral falha contra o vento. Mas, ara! É só assim que se escreve!

(Maria Lúcia Dal Farra)

Dados Técnicos
Páginas: 80
Peso: 277g
ISBN: 9788573214970
Google Books Preview




A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.



Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUSP
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TORDESILHAS
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann