Ritos do nascer ao parir, livro de Mana Bernardes

Ritos do nascer ao parir

Em seu livro de estreia como escritora, Mana Bernardes se lança em um profundo mergulho em sua história familiar, atravessando suas memórias, seus desejos e amores, suas dores e frustrações, em um acerto de contas franco e visceral. A protagonista de sua história é a mãe, Rute, a relação desidealizada e o encontro das duas. Mana recupera episódios da infância, os encantos e percalços de uma criação alternativa, para entender o seu lugar como mulher no mundo hoje. A separação dos pais, as mudanças constantes de cidades e escolas, um acidente, a doença grave que lhe rasgou a barriga, a exigên... [Leia mais]
R$ 59,12
preço de capa: R$ 72,00
economia de: R$ 12,88 (18%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$19,71 sem juros.
Apenas 3 em estoque.
Descrição
Em seu livro de estreia como escritora, Mana Bernardes se lança em um profundo mergulho em sua história familiar, atravessando suas memórias, seus desejos e amores, suas dores e frustrações, em um acerto de contas franco e visceral. A protagonista de sua história é a mãe, Rute, a relação desidealizada e o encontro das duas. Mana recupera episódios da infância, os encantos e percalços de uma criação alternativa, para entender o seu lugar como mulher no mundo hoje. A separação dos pais, as mudanças constantes de cidades e escolas, um acidente, a doença grave que lhe rasgou a barriga, a exigência precoce de autonomia, um abuso, a descoberta da sexualidade e do amor, o trabalho, o casamento. A história de Mana é singular e universal. A maneira em que narra tem ritmo e vocabulário próprios, que embalam essa conversa desenhada em ritos, de forma íntima, liberada, sem filtros. “Com a retirada do véu, que eu mesma nunca ousaria fazer, o que se lê às vezes pode fascinar, e outras doer, gerar repulsa. O que importa é que continuamos sempre, apesar dos fatos, interlocutoras, em constante provocação. Quando falamos ou calamos, com raiva ou com ternura. Seguimos.”, aponta Rute Casoy, a Rute-mãe. Mana escreve sobre sua mãe para poder reescrever a relação das duas e da linhagem feminina de sua família. Nesse caminho de autoconhecimento e na busca incessante de realização de seu desejo de ser mãe, Mana descobre os inúmeros nascimentos e renascimentos possíveis quando olhamos de frente para nós mesmas.

Dados Técnicos
Páginas: 376
Peso: 300g
ISBN: 9788569924586