Vendedor de Passados, O, livro de José Eduardo Agualusa

Vendedor de Passados, O

editora: GRYPHUS
assunto:
“Nada passa, nada expira / O passado é um rio que dorme / e a memória uma mentira multiforme”. Prêmio de Ficção Estrangeira dado pelo jornal inglês "The Independent”, O Vendedor de Passados, do consagrado escritor angolano José Eduardo Agualusa, ganha agora a sua 3ª edição com uma capa nova, baseada no filme homônimo de Lula Buarque de Hollanda, com Lázaro Ramos e Alinne Moraes como protagonistas. O livro conta a história de Félix Ventura, especialista de um estranho ofício: vende passados falsos. Seus clientes, prósperos empresários, políticos, generais, enfim, a emergente burguesia ang... [Leia mais]
R$ 39,57
preço de capa: R$ 47,90
economia de: R$ 8,33 (17%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$13,19 sem juros.
Apenas 4 em estoque.
Descrição
“Nada passa, nada expira / O passado é um rio que dorme / e a memória uma mentira multiforme”. Prêmio de Ficção Estrangeira dado pelo jornal inglês "The Independent”, O Vendedor de Passados, do consagrado escritor angolano José Eduardo Agualusa, ganha agora a sua 3ª edição com uma capa nova, baseada no filme homônimo de Lula Buarque de Hollanda, com Lázaro Ramos e Alinne Moraes como protagonistas. O livro conta a história de Félix Ventura, especialista de um estranho ofício: vende passados falsos. Seus clientes, prósperos empresários, políticos, generais, enfim, a emergente burguesia angolana têm o futuro assegurado. Falta-lhes porém um bom passado. Félix fabrica-lhes uma genealogia de luxo, memórias felizes, consegue-lhes os retratos dos ancestrais ilustres. A vida corre-lhe bem. Entretanto, numa noite em sua casa em Luanda, Félix recebe a visita de um misterioso estrangeiro a procura de uma identidade angolana. E então, numa vertigem, o passado irrompe pelo presente e o impossívelcomça a acontecer. Sátira feroz, mas divertida e bem-humorada, à atual sociedade angolana, O Vendedor de Passados é também (ou principalmente) uma reflexão sobre a construção da memória e seus equívocos. O quanto de ficção nós também criamos paraas nossas narrativas passadas?

Dados Técnicos
Páginas: 208
Peso: 300g
ISBN: 9788560610679