Queimaduras, livro de Hubert Colas

Queimaduras

editora: COBOGÓ
A Jovem afirma ter visto um homem levar uma criança até uma esquina, espancá-la, violenta-la e comê-la. A comoção é geral. Crime verdadeiro ou pura imaginação? Não se sabe. Pouco importa a verdade. Mas é necessário que haja um crime a ser pago assim como que haja um culpado. Só então a comunidade poderá se limpar do horror que ela mesma provocou. Com uma linguagem carnal e lírica, Queimaduras fala do quão gratuita é a violência no mundo contemporâneo e aponta, de forma aguda, algo que preferimos não enxergar: a civilização é irmã da barbárie. Sobre o autor Hubert Colas é autor, diretor e... [Leia mais]
R$ 29,00
preço de capa: R$ 32,00
economia de: R$ 3,00 (9%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$9,67 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
A Jovem afirma ter visto um homem levar uma criança até uma esquina, espancá-la, violenta-la e comê-la. A comoção é geral. Crime verdadeiro ou pura imaginação? Não se sabe. Pouco importa a verdade. Mas é necessário que haja um crime a ser pago assim como que haja um culpado. Só então a comunidade poderá se limpar do horror que ela mesma provocou. Com uma linguagem carnal e lírica, Queimaduras fala do quão gratuita é a violência no mundo contemporâneo e aponta, de forma aguda, algo que preferimos não enxergar: a civilização é irmã da barbárie. Sobre o autor Hubert Colas é autor, diretor e cenógrafo. É fundador e também diretor da companhia de teatro Diphtong, criada em 1988. Publicou todas as suas peças pelas Acte-Sud, dentre elas Queimaduras [La brûlure], Temporairement épuisé, Sans faim e Le Livre d’or de Jan. Além de montar sua própria dramaturgia, Colas também adapta e dirige textos de autores contemporâneos de diferentes gêneros, como Christine Angot, Sonia Chiambretto, Martin Crimp, Rainald Goetz, Witold Gombrowicz, Sarah Kane e Annie Zadek. Foi artista associado ao Théâtre National de la Colline, em Paris, e à Escola Regional de Atores de Cannes. Sobre a tradutora Jezebel De Carli é mestre em Artes Cênicas pelas UFRGS e professora do curso de graduação em Teatro pela UERGS. Em 2013, dirigiu BR_TRANS, monólogo escrito e interpretado pelo ator Silvero Pereira. É diretora do Errática, coletivo que trabalha com processos colaborativos de criação, dramaturgia autoral e transcriações de obras da dramaturgia mundial. Dirigiu, entre outras peças, MacBodas: tequila, guacamole y algo más, e Ramal 340: sobre a migração das sardinhas ou porque as pessoas simplesmente vão embora.

Dados Técnicos
Páginas: 124
Peso: 130g
ISBN: 9788555910999