Desculpe o transtorno, livro de Jonatan Magella

Desculpe o transtorno

editora: COBOGÓ
Um catador de lixo, uma caixa de supermercado e uma diarista são aprisionados em um centro psiquiátrico pelo mesmo motivo: foram acusados de criar outros mundos ao invés de simplesmente aceitar o mundo que lhes foi imposto. Durante o período de confinamento, porém, essas três figuras provocam mudanças drásticas nas engrenagens da poderosa indústria que os faz de loucos e reféns de tantos medicamentos. DESCULPE O TRANTORNO é uma investigação sobre a necessidade e a importância da criação de outros mundos dentro da opressora realidade que nos obrigam a considerar normal. Escrita por Jonatan M... [Leia mais]
R$ 29,00
preço de capa: R$ 32,00
economia de: R$ 3,00 (9%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$9,67 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Um catador de lixo, uma caixa de supermercado e uma diarista são aprisionados em um centro psiquiátrico pelo mesmo motivo: foram acusados de criar outros mundos ao invés de simplesmente aceitar o mundo que lhes foi imposto. Durante o período de confinamento, porém, essas três figuras provocam mudanças drásticas nas engrenagens da poderosa indústria que os faz de loucos e reféns de tantos medicamentos. DESCULPE O TRANTORNO é uma investigação sobre a necessidade e a importância da criação de outros mundos dentro da opressora realidade que nos obrigam a considerar normal. Escrita por Jonatan Magella, esta dramaturgia foi criada durante as atividades da quarta turma do Núcleo de Dramaturgia Firjan SESI (2018) com orientação do dramaturgo e diretor Diogo Liberano. Sobre o autor Jonatan Magella nasceu em 1990, em Nova Iguaçu. É dramaturgo, escritor e professor de História das redes públicas de Seropédica e Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. Em 2017, recebeu o prêmio de melhor dramaturgia no I Sarau de Esquetes F.A.M.A. por Dia Útil. Com esse texto, foi selecionado para a quarta turma do Núcleo de Dramaturgia. Durante o trabalho no Núcleo, escreveu DESCULPE O TRANSTORNO; O eclipse do rosto, lido pelo Coletivo Errante na II Semana do Núcleo de Dramaturgia; e Nessa rua passam Deus e o Mundo, encenado pela Cia. Atores da Fábrica. Em 2018, publicou o livro de contos Vidas irrisórias. Teve seus contos publicados também na revista Sarau Subúrbio e na antologia Repertório de utopias, organizada pelo Itaú Cultural, entre outras publicações.

Dados Técnicos
Páginas: 80
Peso: 100g
ISBN: 9788555910906