Carta a Dalembert, livro de Jean-Jacques Rousseau

Carta a Dalembert

editora: UNICAMP
assunto:
Este livro traz as peças essenciais de um debate que envolveu Rousseau e os filósofos na segunda metade do século XVIII: a função social dos espetáculos e do teatro em particular. A disputa teve início em 1757, quando o filósofo e matemático D’Alembert publica na Enciclopédia o verbete Genebra, lembrando a importância do teatro, e sugere a revogação das leis que proibiam sua instalação naquela cidade. Opondo-se ao etnocentrismo dos enciclopedistas, Rousseau lança, no ano de 1758, a Carta a D’Alembert sobre os espetáculos. Na Carta, o cidadão de Genebra sustenta que o espetáculo teatral não ... [Leia mais]
R$ 36,79
preço de capa: R$ 49,00
economia de: R$ 12,21 (25%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$12,26 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Este livro traz as peças essenciais de um debate que envolveu Rousseau e os filósofos na segunda metade do século XVIII: a função social dos espetáculos e do teatro em particular. A disputa teve início em 1757, quando o filósofo e matemático D’Alembert publica na Enciclopédia o verbete Genebra, lembrando a importância do teatro, e sugere a revogação das leis que proibiam sua instalação naquela cidade. Opondo-se ao etnocentrismo dos enciclopedistas, Rousseau lança, no ano de 1758, a Carta a D’Alembert sobre os espetáculos. Na Carta, o cidadão de Genebra sustenta que o espetáculo teatral não é bom em si mesmo. Rousseau insiste na especificidade da tradição cultural de Genebra e exalta as festas cívicas da cidade. Em 1759, aparece a tréplica d e D’Alembert, uma reafirmação dos postulados iluministas, que também está presente nesta edição.

Dados Técnicos
Páginas: 224
Peso: 299g
ISBN: 9788526812734