Marx no fliperama. Videogames e luta de classes, livro de Jamie Woodcock

Marx no fliperama. Videogames e luta de classes

Em Marx no fliperama, o aclamado pesquisador Jamie Woodcock investiga a morada oculta e a luta de classes dentro da indústria de jogos. Em uma jornada que vai apelar para jogadores hardcore, céticos digitais e curiosos por joystick, Woodcock desvenda as vastas redes de artistas, desenvolvedores de software e trabalhadores de fábrica e logística cujo trabalho visível e invisível flui para os produtos que consumimos em uma escala gigantesca. Ao longo do caminho, ele analisa o papel cada vez mais importante que a indústria de jogos desempenha no capitalismo contemporâneo e as transformações ma... [Leia mais]
R$ 43,00
preço de capa: R$ 50,00
economia de: R$ 7,00 (14%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,33 sem juros.
Em estoque.
Descrição
Em Marx no fliperama, o aclamado pesquisador Jamie Woodcock investiga a morada oculta e a luta de classes dentro da indústria de jogos. Em uma jornada que vai apelar para jogadores hardcore, céticos digitais e curiosos por joystick, Woodcock desvenda as vastas redes de artistas, desenvolvedores de software e trabalhadores de fábrica e logística cujo trabalho visível e invisível flui para os produtos que consumimos em uma escala gigantesca. Ao longo do caminho, ele analisa o papel cada vez mais importante que a indústria de jogos desempenha no capitalismo contemporâneo e as transformações mais amplas do trabalho, da cultura e da economia que ela incorpora.

“Marx no Fliperama quer que a esquerda compreenda que essas contradições podem ser resolvidas a nosso favor ou para o benefício de nossos adversários. Os videogames se tornaram um dos maiores protagonistas da cultura pop e do entretenimento. Como Steve Bannon reconheceu há mais de uma década, os jogos são um local cultural onde as ideologias podem ser esclarecidas e mobilizadas. Os radicais não devem abandonar este terreno cultural.”
— Brian J. Sullivan e Laura Bartkowiak, Jacobin

“Jamie Woodcock nos mostra o que os call-centers podem nos dizer sobre a desolação e a resistência no local de trabalho moderno.”
— Vice

“O relato brilhante de Jamie Woodcock sobre a vida em um call-center revela as realidades sujas do capitalismo digital. Um livro que com certeza se tornará um clássico.”
— Peter Fleming, autor de The Mythology of Work

Dados Técnicos
Páginas: 200
Peso: 360g
ISBN: 9786587233215