Confissões de um jovem romancista, livro de Umberto Eco

Confissões de um jovem romancista


R$ 48,00
editora: COSACNAIFY
Descrição
O jovem romancista autor destas Confissões é um famoso acadêmico italiano de 77 anos chamado Umberto Eco. A explicação para o título irônico vem do próprio escritor: "acontece que eu publiquei meu primeiro romance, O Nome da Rosa, em 1980, o que significa que eu comecei a minha carreira como escritor há apenas 28 anos atrás. Assim, eu me considero um escritor muito jovem e certamente promissor, que até agora tem publicado apenas cinco romances e que publicará muitos mais nos próximos 50 anos."

O tom zombeteiro de Umberto Eco não para por aí. Nos primeiros parágrafos das Confissões de um jovem romancista lemos sobre suas primeiras experiências como escritor mirim: "Eu comecei a escrever romances na minha infância. A primeira coisa que eu inventava era o título, geralmente inspirado nos livros de aventura daquela época, do tipo Piratas do Caribe. Eu imediatamente desenhava todas as ilustrações para, em seguida, começar o primeiro capítulo. Mas como eu sempre escrevia em letras maiúsculas, imitando os livros impressos, eu ficava exausto depois de apenas algumas páginas e então desistia. Cada um dos meus textos eram, portanto, uma obra-prima inacabada, como a Sinfonia Inacabada de Schubert."

Umberto Eco revela em suas confissões de romancista todos os segredos envolvendo a construção de livros como O nome da Rosa e O Pêndulo de Foucault, ao mesmo tempo em que discute questões universais relacionadas à criação da trama e dos personagens e especialmente ao híbrido de ficção e ensaio, com o qual se notabilizou, em que figuras históricas convivem com seres nascidos da imaginação.



Dados Técnicos
Páginas: 196
Peso: 180g
ISBN: 9788540502864
Google Books Preview