Filme Que Saussure Não Viu. Pensamento Semiótico, livro de Irene Machado

Filme Que Saussure Não Viu. Pensamento Semiótico

editora: HORIZONTE
O filme que Saussure não viu, de Irene Machado apresenta o pensamento semiótico de Roman Jakobson, permitindo analisar os fenômenos da linguagem de, maneira inteiramente nova. É um estudo original, porque mostra que o íntimo contato do lingüista russo com a experimentação cubo-futurista e, construtivista na União Soviética teve tanta importância na construção de sua teoria quanto à convivência com os lingüistas do Círculo de Praga. Este, livro desvela com acuidade a influência semiótica de Pierce nos princípios teóricos de Jakobson, e acima de tudo não separa a lingüística, (especialmente a... [Leia mais]
Descrição
O filme que Saussure não viu, de Irene Machado apresenta o pensamento semiótico de Roman Jakobson, permitindo analisar os fenômenos da linguagem de, maneira inteiramente nova. É um estudo original, porque mostra que o íntimo contato do lingüista russo com a experimentação cubo-futurista e, construtivista na União Soviética teve tanta importância na construção de sua teoria quanto à convivência com os lingüistas do Círculo de Praga. Este, livro desvela com acuidade a influência semiótica de Pierce nos princípios teóricos de Jakobson, e acima de tudo não separa a lingüística, (especialmente a fonologia) da poética, mostrando como elas estão intrinsecamente. Com clareza e fluência a autora expõe sobre o funcionamento da, linguagem poética na linguagem verbal e apresenta de maneira sistemática o papel das teorias do lingüista russo na obra de diversos autores, brasileiros, desde a lingüística descritiva de Mattoso Câmara até as idéias sobre tradução de Haroldo de Campos. Roman Jakobson foi, sem dúvida, nenhuma, um dos mais importantes lingüistas do século XX e sua obra ainda é fonte de inspiração para numerosas pesquisas.

Dados Técnicos
Páginas: 248
Peso: 422g
ISBN: 9788599279113