Amazônia: por uma economia do conhecimento da natureza, livro de Ricardo Abramovay

Amazônia: por uma economia do conhecimento da natureza

editora: ELEFANTE
Em Amazônia: por uma economia do conhecimento da natureza, Ricardo Abramovay defende que não faz nenhum sentido destruir a floresta mais biodiversa do mundo para transformá-la em pasto e plantações de soja com vistas à exportação, e propõe alternativas.

Diante das queimadas que escureceram os céus de boa parte do Brasil em agosto, a questão, que sempre teve imensa importância, tornou-se urgentíssima, até mesmo para quem jamais prestou atenção na destruição da floresta mais biodiversa do mundo.

Em Amazônia, o economista, sociólogo e filósofo Ricard... [Leia mais]
R$ 26,00
preço de capa: R$ 30,00
economia de: R$ 4,00 (13%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$8,67 sem juros.
Em estoque.
Descrição
Em Amazônia: por uma economia do conhecimento da natureza, Ricardo Abramovay defende que não faz nenhum sentido destruir a floresta mais biodiversa do mundo para transformá-la em pasto e plantações de soja com vistas à exportação, e propõe alternativas.

Diante das queimadas que escureceram os céus de boa parte do Brasil em agosto, a questão, que sempre teve imensa importância, tornou-se urgentíssima, até mesmo para quem jamais prestou atenção na destruição da floresta mais biodiversa do mundo.

Em Amazônia, o economista, sociólogo e filósofo Ricardo Abramovay oferece argumentos e dados empíricos para contestar a visão tão frequente de que o crescimento econômico na região amazônica supõe a substituição de áreas florestais (em geral ocupadas por populações indígenas e ribeirinhas) por atividades agropecuárias como a soja e a criação de gado.

Amazônia mostra também que a destruição da floresta, além de privar o Brasil e o mundo de serviços ecossistêmicos indispensáveis à própria vida, apoia-se em atividades ilegais e, com muita frequência, no banditismo. As consequências do avanço do desmatamento são desastrosas para a economia da Amazônia e para a própria democracia brasileira. No lugar dos laços de confiança que poderiam emergir como resultado da exploração sustentável da floresta em pé, o atual modelo de ocupação da Amazônia fortalece a criminalidade e dissemina a insegurança por toda a região.

Dados Técnicos
Páginas: 112
Peso: 140g
ISBN: 9788593115547