O retorno da terra: as retomadas na aldeia tupinambá da Serra do Padeiro, Sul da Bahia, livro de Daniela Fernandes Alarcon

O retorno da terra: as retomadas na aldeia tupinambá da Serra do Padeiro, Sul da Bahia

editora: ELEFANTE
assunto:
Em O retorno da terra, a antropóloga Daniela Fernandes Alarcon analisa as ações de recuperação territorial realizadas pelos Tupinambá da Serra do Padeiro que compõem um dos mais vigorosos processos de mobilização indígena em curso no país

As retomadas de terras foram a maneira encontrada pelos Tupinambá do sul da Bahia para garantir seus direitos constitucionais ao território. O processo de demarcação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença, iniciado em 2004, empacou por pressões políticas e econômicas. Desde então, apenas na Serra do Padeiro — uma das aldeias que fazem parte d... [Leia mais]
R$ 45,00
preço de capa: R$ 60,00
economia de: R$ 15,00 (25%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$15,00 sem juros.
Em estoque.
Descrição
Em O retorno da terra, a antropóloga Daniela Fernandes Alarcon analisa as ações de recuperação territorial realizadas pelos Tupinambá da Serra do Padeiro que compõem um dos mais vigorosos processos de mobilização indígena em curso no país

As retomadas de terras foram a maneira encontrada pelos Tupinambá do sul da Bahia para garantir seus direitos constitucionais ao território. O processo de demarcação da Terra Indígena Tupinambá de Olivença, iniciado em 2004, empacou por pressões políticas e econômicas. Desde então, apenas na Serra do Padeiro — uma das aldeias que fazem parte da terra indígena —, 89 antigas fazendas de cacau foram retomadas.

Parte dessa história é apresentada em O retorno da terra: as retomadas na aldeia tupinambá da Serra do Padeiro, sul da Bahia, fruto de uma dissertação de mestrado defendida por Daniela Fernandes Alarcon na Universidade de Brasília (UnB) e premiada pela Society for the Anthropology of Lowland South America (SALSA) na edição de 2018 do Norm and Sibby Whitten Publication Subvention Fund.

De acordo com Glicéria Jesus da Silva, uma das lideranças da Serra do Padeiro e autora do prefácio, o livro é um “romance da terra”. “Quando Daniela se detém para ouvir o clamor, as tragédias, as expulsões do território, tamanhas violações dos direitos do nosso povo, a violência contra a terra, ela também mostra como o nosso povo se organizou, através das retomadas, para reverter os impactos que a natureza vinha sofrendo, e como as florestas, as nascentes dos rios e os animais passaram a se sentir mais protegidos e seguros. Ela documenta como nos estabelecemos em uma vivência de enfrentamento, para garantir o bem viver com a natureza.”

Resultado de minuciosa pesquisa de campo e documental, o livro esmiúça o processo de recuperação territorial, demonstrando como o projeto coletivo construído pelos Tupinambá da Serra do Padeiro vem criando condições para a emergência de memórias subterrâneas, para o retorno de indígenas que se encontravam na diáspora — alguns deles trabalhando em condições análogas à escravidão — e para o fortalecimento de atividades produtivas tradicionalmente desenvolvidas pelo grupo, que contribuem decisivamente para as condições de vida dos indígenas e para a conservação da mata atlântica, bioma onde se situa a aldeia.



Dados Técnicos
Páginas: 484
Peso: 730g
ISBN: 9788593115516