Rememorando Trajetórias da Professora - Alfabetizadora: A leitura como prática constitutiva de sua identidade e formação de professoras, livro de Ana Lúcia Guedes-Pinto

Rememorando Trajetórias da Professora - Alfabetizadora: A leitura como prática constitutiva de sua identidade e formação de professoras

Neste livro a autora propõe a construção da memória das práticas de leituras cotidianas de um grupo de dez professoras-alfabetizadoras, pensando também as relações entre os cursos de formação e as professoras, tendo como foco dessa discussão a leitura. Partindo de um percurso de pesquisa transdisciplinar, toma como referência teórica a História Cultural e os estudos do letramento, compreendendo a leitura como uma prática que se constitui socioculturalmente. A metodologia utilizada baseia-se em alguns pressupostos da etnografia e da História Oral. Por tratar-se de um estudo transdisciplinar ... [Leia mais]
R$ 43,93
preço de capa: R$ 54,00
economia de: R$ 10,07 (19%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,64 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Neste livro a autora propõe a construção da memória das práticas de leituras cotidianas de um grupo de dez professoras-alfabetizadoras, pensando também as relações entre os cursos de formação e as professoras, tendo como foco dessa discussão a leitura. Partindo de um percurso de pesquisa transdisciplinar, toma como referência teórica a História Cultural e os estudos do letramento, compreendendo a leitura como uma prática que se constitui socioculturalmente. A metodologia utilizada baseia-se em alguns pressupostos da etnografia e da História Oral. Por tratar-se de um estudo transdisciplinar em Lingüística Aplicada, o enfoque lingüístico-textual permeia todo o trabalho, trazendo sempre elementos de análise oriundos das ciências da linguagem.

A trajetória metodológica da pesquisa mostra a importância da interação construída entre as professoras e a pesquisadora para que suas histórias de leitura viessem a público. O processo interativo vivenciado durante o trabalho trouxe evidências de como é possível construir uma relação dialógica entre a universidade e as professoras da rede de ensino. Pela análise das narrativas das professoras, é possível verificar a presença do discurso oficial da escola atravessando suas falas, o que é detectado pela fala heterogênea e fragmentada de seus relatos, pela contradição constitutiva de seus discursos. Nesta heterogeneidade a autora identifica movimentos de resistências e rupturas ao discurso da escola. Por meio de suas narrativas, tornam-se visíveis modos e gestos de ler criativos e inventivos, que apontam para práticas de leitura singulares, revelando uma pluralidade de leitoras. Finalmente, procura indicar algumas implicações deste estudo para os cursos de formação de professoras no tocante à questão da prática da leitura.

APOIO : FAPESP e FAESP/UNICAM

Sobre a autora

Ana Lúcia Guedes-Pinto, licenciada em Pedagogia e Mestre em Educação pela Faculdade de Educação da Unicamp, Doutora em Lingüística Aplicada pelo Instituto de Estudos da Linguagem da Unicamp. Professora de Didática e de Metodologia do Ensino do curso de Pedagogia da Faculdade de Educação/Unicamp. Pesquisadora do Centro de Memória - Unicamp (CMU). Antes de seu ingresso no ensino superior, trabalhou durante vários anos como professora nas séries iniciais da rede de ensino fundamental. Atualmente tem pesquisado sobre o processo de formação de professores na universidade e sobre a prática educativa.

Dados Técnicos
Peso: 450g
ISBN: 9788585725853