Memória histórica de Morretes, livro de André Luiz Moscaleski Cavazzani, Sandro Aramis Richter Gomes, Antonio Vieira dos Santos

Memória histórica de Morretes


R$ 35,10
preço de capa: R$ 45,00
economia de: R$ 9,90 (22%)
estoque: 5 exemplares
   adicionar ao carrinho
editora: UFPR
condição: Livro novo
prazo: Envio em 3 dias úteis + frete
  • A margem esquerda - Contos de Kolimá 2, livro de Varlam Chalámov

    A margem esquerda - Contos de Kolimá 2

    Varlam Chalámov

    R$ 59,00
    R$ 48,38


  • O artista da pá - Contos de Kolimá 3, livro de Varlam Chalámov

    O artista da pá - Contos de Kolimá 3

    Varlam Chalámov

    R$ 68,00
    R$ 55,76


  • A guerra não tem rosto de mulher, livro de Svetlana Aleksiévitch

    A guerra não tem rosto de mulher

    Svetlana Aleksiévitch

    R$ 52,90
    R$ 39,68


  • Como se revoltar?, livro de Patrick Boucheron

    Como se revoltar?

    Patrick Boucheron

    R$ 34,00
    R$ 27,88


  • O marxismo ocidental - como nasceu, como morreu, como pode renascer, livro de Domenico Losurdo

    O marxismo ocidental - como nasceu, como morreu, como pode renascer

    Domenico Losurdo

    R$ 49,00
    R$ 40,18


  • Do Socialismo Soviético ao Capitalismo Russo, livro de Lenina Pomeranz

    Do Socialismo Soviético ao Capitalismo Russo

    Lenina Pomeranz

    R$ 58,00
    R$ 47,56


  • Che Guevara e o debate econômico em Cuba, livro de Luis Bernardo Pericás

    Che Guevara e o debate econômico em Cuba

    Luis Bernardo Pericás

    R$ 59,00
    R$ 44,25


Descrição
Datada do ano de 1851, a Memória Histórica de Morretes foi escrita pelo comerciante de origem portuguesa Antonio Vieira dos Santos (1784-1854). O autor estabelecera-se no Brasil em 1797 e, após 15 anos de residência no município de Paranaguá, migrou para a então freguesia de Morretes em 1813. Essa memória histórica foi escrita sob o patrocínio da Câmara Municipal de Morretes. Tal fato permite identificar um aspecto do perfil social do autor e um objetivo inerente à escrita dessa obra. A prerrogativa de obter esse patrocínio é uma evidência de que Vieira dos Santos possuía conexões sociais com membros da elite política local. De outra parte, compete ressaltar que aquele imigrante português buscou enquadrar o livro na linhagem, iniciada nos anos 1780, da produção de memórias históricas por membros das Câmaras de municípios do Brasil colonial. Vieira dos Santos, portanto, reivindicou a pertinência de reabilitar a antiga prática de elaboração de memórias históricas, cultivada de forma episódica por vereadores da época colonial.

Dados Técnicos
Páginas: 516
Peso: 756g
ISBN: 9788584800773
Google Books Preview




A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann