Um certo cinema paulista. Entre o Cinema Novo e a indústria cultural (1958-1981), livro de Caroline Gomes Leme

Um certo cinema paulista. Entre o Cinema Novo e a indústria cultural (1958-1981)

editora: ALAMEDA
O livro trata do cinema paulista de 1958 a 1981, analisando um conjunto de “cineastas do entre-lugar”, mal acomodados na história do cinema brasileiro, situados entre o Cinema Novo, a Boca do Lixo, o Cinema Marginal, os cineastas “universalistas” e o grupo Farkas. Caroline Gomes Leme destrincha suas trajetórias e obras, construídas de forma assimétrica, entre o cinema de autor e a indústria cultural. Analisa sua especificidade e estabelece diálogo com outros filmes e cineastas. Seu livro torna-se referência indispensável para compreender a produção paulista e o próprio cinema brasileiro. M... [Leia mais]
R$ 64,23
preço de capa: R$ 72,00
economia de: R$ 7,77 (11%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$21,41 sem juros.
Apenas 5 em estoque.
Descrição
O livro trata do cinema paulista de 1958 a 1981, analisando um conjunto de “cineastas do entre-lugar”, mal acomodados na história do cinema brasileiro, situados entre o Cinema Novo, a Boca do Lixo, o Cinema Marginal, os cineastas “universalistas” e o grupo Farkas. Caroline Gomes Leme destrincha suas trajetórias e obras, construídas de forma assimétrica, entre o cinema de autor e a indústria cultural. Analisa sua especificidade e estabelece diálogo com outros filmes e cineastas. Seu livro torna-se referência indispensável para compreender a produção paulista e o próprio cinema brasileiro. Marcelo Ridenti

Dados Técnicos
Páginas: 392
Peso: 600g
ISBN: 9788579395918