Indivíduo em Marx, O, livro de Manoela Hoffmann Oliveira

Indivíduo em Marx, O

editora: ALAMEDA
assunto:
Estudantes de sociologia, quando apresentados aos seus "pais fundadores", Marx, Durkheim e Weber, formam algumas certezas, muitas delas equivocadas. Este livro de Manoela Hoffmann Oliveira vem desfazer de forma brilhante um destes equívocos: corrigea ideia de que Marx não trabalhou na sua construção teórica a categoria de indivíduo. Para realizar este estudo, a autora fez uma leitura rigorosa de vários escritos de Marx, uma vez que a categoria indivíduo na sua ampla significância não está exposta em um único texto ou período da sua produção, mas está disseminada ao longo de toda sua obra, e... [Leia mais]
R$ 42,50
preço de capa: R$ 52,00
economia de: R$ 9,50 (18%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,17 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Estudantes de sociologia, quando apresentados aos seus "pais fundadores", Marx, Durkheim e Weber, formam algumas certezas, muitas delas equivocadas. Este livro de Manoela Hoffmann Oliveira vem desfazer de forma brilhante um destes equívocos: corrigea ideia de que Marx não trabalhou na sua construção teórica a categoria de indivíduo. Para realizar este estudo, a autora fez uma leitura rigorosa de vários escritos de Marx, uma vez que a categoria indivíduo na sua ampla significância não está exposta em um único texto ou período da sua produção, mas está disseminada ao longo de toda sua obra, evidenciando-se como um dos elementos fundamentais de sua teoria, a começar porque o indivíduo é central para a perspectiva marxiana do comunismo e da emancipação humana, já que ela implica no livre desenvolvimento da individualidade. Por meio da análise da atividade humana (trabalho) e de categorias como objetividade, naturalidade, generidade, consciência, sensibilidade, subjetividade e historicidade, a autora demonstra como o indivíduo é articulado no pensamento de Marx, explicitando ao mesmo tempo as categorias determinantes para a constituição da individualidade, esta que existe não somente enquanto polo do ser social, mas configura justamente a sua forma mais elevada. Caminhando pela obra de Marx, o indivíduo é observado tanto nas formações sociais materiais (propriedade privada, divisão do trabalho e classes sociais) quanto nas formações sociais ideais (arte, ciência, religião, moral, política e direito). O desenvolvimento de cada uma destas categorias e formações sociais abre caminho para explicações até antes impensadas, o que permite a elucidação de realidades contemporâneas e o diálogo com outras abordagens teóricas mesmoque antagônicas. Ao realizar um resgate abrangente e profundo de um clássico tão atual, o presente estudo interessa, portanto, às mais diversas disciplinas das ciências humanas.

Dados Técnicos
Páginas: 219
Peso: 310g
ISBN: 9788579393136