Historiografia: Teoria e Prática, livro de José Jobson de Andrade Arruda

Historiografia: Teoria e Prática

editora: ALAMEDA
assunto:
Os textos que compõem esta coletânea encontram sua unidade na proposição historiográfica, em sua face teórica e aplicada. A diversidade fica por conta da temporalidade de sua escrita, ao longo de duas décadas; de contemplarem reflexões focadas num sóautor, ou numa determinada temática em torno da qual se arregimentam vários autores. O livro é um convite ao diálogo, a busca de uma síntese que enleie velha e nova história numa urdidura criativa; um reencontro entre o econômico e o cultural, infenso a determinismos; a procura de uma história aberta e integradora. Parte-se de dois textos teóric... [Leia mais]
R$ 58,21
preço de capa: R$ 74,00
economia de: R$ 15,79 (21%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$19,40 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Os textos que compõem esta coletânea encontram sua unidade na proposição historiográfica, em sua face teórica e aplicada. A diversidade fica por conta da temporalidade de sua escrita, ao longo de duas décadas; de contemplarem reflexões focadas num sóautor, ou numa determinada temática em torno da qual se arregimentam vários autores. O livro é um convite ao diálogo, a busca de uma síntese que enleie velha e nova história numa urdidura criativa; um reencontro entre o econômico e o cultural, infenso a determinismos; a procura de uma história aberta e integradora. Parte-se de dois textos teóricos voltados a esta questão, enfocando-a via reflexão analítica centrada no fazer historiográfico. Seguem-se aplicações práticas dos procedimentos preconizados, assumindo-os como um caminho, um método, não uma camisa de força. Se a História é, em sua acepção mais elevada, a consciência crítica da experiência social, a historiografia acaba por ser a consciência crítica da própria História, que, preferencialmente no longo prazo, aponta as fragilidades, expõe os excessos, exibe as lacunas, denuncia as ideologias, resgatando a ideia de um sentido para a História, totalmente descolada de seu corolário teleológico, tornada possível pelo colapso das ideologias hegemonizantes e dos finalismos utópicos. Cabe ao historiador, postado no vértice da tríplice temporalidade, coligir, avaliar e sintetizar os materiais dos arquivos e bibliotecas, pois, dotado da capacidade única de abstrair e simbolizar, pode pensá-los no amálgama das temporalidades, produzindo um discurso ao mesmo tempo individual e coletivo.

Dados Técnicos
Páginas: 574
Peso: 650g
ISBN: 9788579392092