O império por escrito - Formas de transmissão da cultura letrada no mundo ibérico (séculos XVI-XIX), livro de Leila Mezan Algranti, Ana Paula Megiani

O império por escrito - Formas de transmissão da cultura letrada no mundo ibérico (séculos XVI-XIX)

editora: ALAMEDA
assunto:
No Brasil, como no mundo ibérico em geral, corre a ideia de que seríamos um país de não-leitores é corrente. Mas este conceito reflete uma ideia antiga sobre a escrita, a leitura e as formas de transmissão da cultura. Resultado de um colóquio que teve lugar na Universidade de São Paulo em 2007, o livro O Império por Escrito, organizado pelas historiadoras Leila Mezan Algranti e Ana Paula Megiani, traz uma complexa diversidade de temas envolvidos na história da leitura e dos leitores – temas e ideias que vão das leituras da vida na corte às gazetas manuscritas revolucionárias do século XVIII... [Leia mais]
R$ 70,29
preço de capa: R$ 88,00
economia de: R$ 17,71 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$23,43 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
No Brasil, como no mundo ibérico em geral, corre a ideia de que seríamos um país de não-leitores é corrente. Mas este conceito reflete uma ideia antiga sobre a escrita, a leitura e as formas de transmissão da cultura. Resultado de um colóquio que teve lugar na Universidade de São Paulo em 2007, o livro O Império por Escrito, organizado pelas historiadoras Leila Mezan Algranti e Ana Paula Megiani, traz uma complexa diversidade de temas envolvidos na história da leitura e dos leitores – temas e ideias que vão das leituras da vida na corte às gazetas manuscritas revolucionárias do século XVIII. Por isto, neste conjunto de ensaios, são destacados a importância e os significados da comunicação escrita no mundo ibérico, em especial no império português.

Escrever uma história da leitura, ou das leituras no mundo ibérico, é uma atitude ao mesmo tempo ousada e revolucionária. Ousada por pressupor que a leitura seria uma prática cotidiana, acessível um a bom número de pessoas, que podiam escutar notícias, histórias ou relatos lidos. Atitude revolucionária por entender que a leitura vai muito além do próprio livro e seguiu um caminho diferente no Brasil colonial e imperial. Dessa maneira, a coragem de expor essas pesquisas resultou num dos mais importantes volumes sobre a história da leitura e dos leitores do país.

Os diferentes círculos e os variados níveis de comunicação são estudados tanto nos âmbitos dos documentos oficiais como nos diferentes impressos, registros e manuscritos de todo tipo. Eles desempenharam um papel fundamental na transmissão de ideias, valores, normas, costumes e saberes entre as metrópoles e suas colônias, bem como entre as diferentes possessões ultramarinas que integravam tais impérios coloniais.

Sobre as autoras: Leila Mezan Algranti é professora de História na Universidade Estadual de Campinas. Ana Paula Megiani é professora de História na Universidade de São Paulo.

Dados Técnicos
Peso: 901g
ISBN: 9788579390067