Hermêneutica da fronteira - A fronteira entre o Brasil e o Paraguai, livro de José Adilçon Campigoto

Hermêneutica da fronteira - A fronteira entre o Brasil e o Paraguai

editora: UNICENTRO
assunto:
Este livro resulta da aplicação de uma proposta metodológica fundamentada na hermenêutica filosófica, de Hans-Georg Gadamer, na interface com a invenção do cotidiano, de Michel de Certeau. Ao longo do texto, pensamos a fronteira como um espaço praticado, um terceiro lugar, na medida em que ela se situa entre dois fragmentos de uma totalidade formada, no caso aqui investigado, pelo Brasil e pelo Paraguai. Isso implica partir do pressuposto hermenêutico de que, na época pré-cabraliana, não existia tal divisão. A América podia ser considerada como uma totalidade não fragmentada pelas fronteira... [Leia mais]
Descrição
Este livro resulta da aplicação de uma proposta metodológica fundamentada na hermenêutica filosófica, de Hans-Georg Gadamer, na interface com a invenção do cotidiano, de Michel de Certeau. Ao longo do texto, pensamos a fronteira como um espaço praticado, um terceiro lugar, na medida em que ela se situa entre dois fragmentos de uma totalidade formada, no caso aqui investigado, pelo Brasil e pelo Paraguai. Isso implica partir do pressuposto hermenêutico de que, na época pré-cabraliana, não existia tal divisão. A América podia ser considerada como uma totalidade não fragmentada pelas fronteiras nacionais. A investigação desse tema conduz ao TEKOAGUAÇU dos Guarani, território que abrange toda a área não andina da América do sul, desde a Argentina até as Guianas. Opondo-se à constituição desse terceiro lugar, havia um pretenso território ancestral dos tupis PINDORAMA que compreendia, aproximadamente, a região das palmeiras.

Dados Técnicos
Peso: 500g
ISBN: 9788578911683