Leituras da clínica, escritas da cultura, livro de Maria Cristina Poli

Leituras da clínica, escritas da cultura

Ao evidenciar minuciosamente a potência de crítica cultural que a psicanálise possui, o livro de Maria Cristina Poli mostra ao leitor o estatuto de rebeldia com que esta disciplina surgiu, abrindo ao pensamento e às práticas clínicas e sociais horizontes promissores. A psicanálise revela sua curiosa posição de ser, ao mesmo tempo, um dos eixos centrais do pensamento contemporâneo, dialogando com inúmeros campos das ditas ciências humanas e, ainda assim, conservar como princípio, seu estatuto de margem. Este é um alerta lúcido deste livro, pois lembra que nossa “aproximação” à psicanálise nã... [Leia mais]
R$ 51,79
preço de capa: R$ 65,00
economia de: R$ 13,21 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$17,26 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Ao evidenciar minuciosamente a potência de crítica cultural que a psicanálise possui, o livro de Maria Cristina Poli mostra ao leitor o estatuto de rebeldia com que esta disciplina surgiu, abrindo ao pensamento e às práticas clínicas e sociais horizontes promissores. A psicanálise revela sua curiosa posição de ser, ao mesmo tempo, um dos eixos centrais do pensamento contemporâneo, dialogando com inúmeros campos das ditas ciências humanas e, ainda assim, conservar como princípio, seu estatuto de margem. Este é um alerta lúcido deste livro, pois lembra que nossa “aproximação” à psicanálise não nos poupa das resistências que produzimos em sua prática e produção teórica. Impossível, portanto, pensar uma prática psicanalítica sem um certo princípio de subversão, de rebeldia, de dissidência. Haveria outra relação possível da psicanálise com a cultura?

Dados Técnicos
Páginas: 192
Peso: 270g
ISBN: 9788575912294