Significados da Inovação no Ensino de Língua Portuguesa e na Formação de Professores, livro de Inês Signorini (Org.)

Significados da Inovação no Ensino de Língua Portuguesa e na Formação de Professores

assunto:
Esse volume apresenta resultados de investigações recentes no campo aplicado dos estudos da linguagem sobre o impacto, nas escolas e nos cursos de formação de professores, das demandas de inovação no ensino de Língua Portuguesa, trazidas pela ciência lingüística e pelas reformas educacionais. São focalizados diferentes contextos de ensino fundamental e médio, e de formação regular e continuada de professores de duas regiões socioeconomicamente distintas do país. Os significados da inovação em cada contexto são identificados e discutidos sem que se obscureçam os conflitos e nem as mesclagens... [Leia mais]
R$ 49,71
preço de capa: R$ 62,00
economia de: R$ 12,29 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$16,57 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
Esse volume apresenta resultados de investigações recentes no campo aplicado dos estudos da linguagem sobre o impacto, nas escolas e nos cursos de formação de professores, das demandas de inovação no ensino de Língua Portuguesa, trazidas pela ciência lingüística e pelas reformas educacionais. São focalizados diferentes contextos de ensino fundamental e médio, e de formação regular e continuada de professores de duas regiões socioeconomicamente distintas do país. Os significados da inovação em cada contexto são identificados e discutidos sem que se obscureçam os conflitos e nem as mesclagens e compatibilizações locais entre diferentes tradições de estudo e ensino da língua, muitas vezes tidas como excludentes pela academia e pela mídia, como é o caso das tradições gramaticais e lingüísticas. As variações nos modos de compreender e implementar a inovação são, pois, relacionadas às dinâmicas institucionais e às necessidades dos agentes sociais, individuais e coletivos, de adaptarem e transformarem seus próprios contextos de atuação, associando a idéia de inovação à de mudança e, quase sempre, à de modernização, no sentido dado a esse termo pelos discursos oficiais. Todavia, conforme apontam as análises apresentadas, as demandas de mudança nem sempre são localmente controláveis e podem estar em relação de confronto com outras demandas no mesmo contexto, o que faz com que a inovação possa também estar associada a mecanismos de resistência à mudança, ou de resistência à mudança numa dada direção: inovar para não mudar, por exemplo. Todos os autores dos estudos apresentados têm experiência no ensino e na formação de professores de Língua Portuguesa.

Participam da coletânea:

Inês Signorini (org.) – Professora do Programa de Pós-graduação em Lingüística Aplicada do IEL, Unicamp.

Ana Sílvia Moço Aparício – Doutora pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

Clara Dornelles – Doutoranda no Programa de Pós-graduação em Lingüística Aplicada da Unicamp e pesquisadora do Instituto de Investigação e Desenvolvimento em Política Lingüística (IPOL).

Clecio Bunzen – Doutorando em Lingüística Aplicada pelo Instituto de Estudos da Linguagem (IEL-Unicamp).

Edilaine Buin – Doutora pela Universidade Estadual de Campinas. Professora da Faculdade de Americana (FAM) e do Ensino Fundamental II da Escola Comunitária de Campinas.

Edmilson Luiz Rafael – Professor do Programa de Pós-graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Paraíba.

Maria Augusta G. de M. Reinaldo – Professora do Programa de Pós-graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Paraíba.

Maria Auxiliadora Bezerra – Professora do Programa de Pós-graduação em Linguagem e Ensino da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), Paraíba.

Dados Técnicos
Peso: 450g
ISBN: 9788575910771