Considerações sobre o marxismo ocidental e Nas trilhas do materialismo histórico (2ª edição), livro de Perry Anderson

Considerações sobre o marxismo ocidental e Nas trilhas do materialismo histórico (2ª edição)

editora: BOITEMPO
Nos ensaios Considerações sobre o marxismo ocidental (1976) e Nas trilhas do materialismo histórico (1983) – reunidos, em nova tradução, neste volume –, Perry Anderson examina meio século de trajetória do “marxismo ocidental”, vertente contraposta ao “marxismo-leninismo” soviético de então. Partindo do estudo comparativo de trajetórias intelectuais e políticas de autores marxistas e do contexto em que viveram, o historiador britânico analisa, no primeiro ensaio, como a unidade entre teoria e prática foi afetada, a partir da década de 1920, pelo distanciamento desses intelectuais em relação ... [Leia mais]
R$ 50,36
preço de capa: R$ 63,00
economia de: R$ 12,64 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$16,79 sem juros.
Em estoque.
Descrição
Nos ensaios Considerações sobre o marxismo ocidental (1976) e Nas trilhas do materialismo histórico (1983) – reunidos, em nova tradução, neste volume –, Perry Anderson examina meio século de trajetória do “marxismo ocidental”, vertente contraposta ao “marxismo-leninismo” soviético de então. Partindo do estudo comparativo de trajetórias intelectuais e políticas de autores marxistas e do contexto em que viveram, o historiador britânico analisa, no primeiro ensaio, como a unidade entre teoria e prática foi afetada, a partir da década de 1920, pelo distanciamento desses intelectuais em relação à atividade política dos partidos socialistas e comunistas e do movimento operário. Anderson destaca também a mudança de ênfase na obra de autores desse período, como György Lukács, Jean-Paul Sartre, Theodor Adorno e Lucio Colletti, em comparação com gerações anteriores: em vez da estrutura político-econômica, vêm a primeiro plano temas como cultura, filosofia e arte.

No segundo ensaio, o leitor encontra um balanço da relação entre o marxismo e novas correntes de pensamento na década de 1970, como o pós-estruturalismo e a nova geração da teoria crítica (na figura de Jürgen Habermas). Anderson discute também as aproximações e tensões entre a atividade teórica marxista da época e os rumos dos partidos comunistas e socialistas na Europa Ocidental.

Dados Técnicos
Páginas: 264
Peso: 424g
ISBN: 9788575596678