O sujeito incômodo - O centro ausente da ontologia política, livro de Slavoj Zizek

O sujeito incômodo - O centro ausente da ontologia política


R$ 55,30
preço de capa: R$ 79,00
economia de: R$ 23,70 (30%)
editora: BOITEMPO
assunto:
prazo: Sob encomenda. Envio em 1 dia útil + frete
Em estoque.
   adicionar ao carrinho
  • Análise de discurso - Princípios e procedimentos, livro de Eni Pulcinelli Orlandi

    Análise de discurso - Princípios e procedimentos

    Eni Pulcinelli Orlandi

    R$ 27,00
    R$ 22,41


  • Menos que nada - Hegel e a sombra do materialismo dialético, livro de Slavoj Zizek

    Menos que nada - Hegel e a sombra do materialismo dialético

    Slavoj Zizek

    R$ 89,00
    R$ 68,63


  • Curso livre Marx-Engels - A criação destruidora, livro de José Paulo Netto (org.)

    Curso livre Marx-Engels - A criação destruidora

    José Paulo Netto (org.)

    R$ 15,00
    R$ 10,50


  • Semântica e discurso - Uma crítica à afirmação do óbvio, livro de Michel Pêcheux

    Semântica e discurso - Uma crítica à afirmação do óbvio

    Michel Pêcheux

    R$ 56,00
    R$ 45,92


  • Manuscritos econômico-filosóficos, livro de Karl Marx

    Manuscritos econômico-filosóficos

    Karl Marx

    R$ 42,00
    R$ 29,40


  • O ano em que sonhamos perigosamente, livro de Slavoj Zizek

    O ano em que sonhamos perigosamente

    Slavoj Zizek

    R$ 38,00
    R$ 26,60


  • 17 Contradições e O Fim do Capitalismo, livro de David Harvey

    17 Contradições e O Fim do Capitalismo

    David Harvey

    R$ 69,00
    R$ 48,30


Descrição
Tradução de Luigi Barichello

Um espectro ronda a comunidade acadêmica ocidental, o espectro do sujeito cartesiano. Desconstrucionistas e habermasianos, cognitivistas e heideggerianos, feministas e obscurantistas (pós-)marxistas convergem em sua hostilidade contra ele. Seguramente uma das principais obras do filósofo esloveno Slavoj Žižek, O sujeito incômodo identifica o denominador comum de todas essas diferentes tendências do pensamento contemporâneo e lança a provocação: por trás do cogito ergo sum [penso, logo existo], o próprio sujeito cartesiano guarda o grau zero radical da política emancipatória, um núcleo subversivo capaz de fornecer um ponto de apoio indispensável para um novo projeto de esquerda.

A partir de um intenso acerto de contas com a tradição anti-cartesiana, o filósofo esloveno desenvolve uma confrontação detalhada com algumas concepções contemporâneas do sujeito: a tentativa heideggeriana de superar a subjetividade, as elaborações pós-althusserianas da subjetividade política (Ernesto Laclau, Etienne Balibar, Jacques Rancière e Alain Badiou), a teoria da formação de gênero de Judith Butler, e a concepção da sociedade do risco e da segunda modernidade (Anthony Giddens e Ulrich Beck).

Apesar do teor rigorosamente filosófico, recheado da astúcia e do humor afiado žižekianos, esse livro é fundamentalmente uma apaixonada intervenção política que procura enfrentar a urgente questão da reformulação de um projeto de esquerda em uma era pautada pelo capitalismo global e seu suplemento ideológico, o multiculturalismo hegemônico das democracias liberais.

Dados Técnicos
Páginas: 422
Peso: 690g
ISBN: 9788575594865
Google Books Preview





A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann