A História Verdadeira, livro de Luciano de Samósata

A História Verdadeira


R$ 31,50
editora: ATELIE
Esgotado, mas podemos checar na editora o prazo para reimpressão e em 48h entramos em contato informando-lhe. Que tal? Deixe seu email:
  • Olho da Consciência, O : juízos críticos e obras desajuizadas , livro de Arnaldo Pedroso d

    Olho da Consciência, O : juízos críticos e obras desajuizadas

    Arnaldo Pedroso d'Horta , Vera d'Horta

    R$ 93,00
    R$ 65,10


  • Ensaios e anseios crípticos, livro de Paulo Leminski

    Ensaios e anseios crípticos

    Paulo Leminski

    R$ 50,00
    R$ 40,00


  • Farsália - Cantos de I a V, livro de Lucano

    Farsália - Cantos de I a V

    Lucano

    R$ 72,00
    R$ 56,88


  • Vida de Michelangelo Buonarroti, livro de Giorgio Vasari

    Vida de Michelangelo Buonarroti

    Giorgio Vasari

    R$ 120,00
    R$ 98,40


  • Vidas dos Artistas, livro de Giorgio Vasari

    Vidas dos Artistas

    Giorgio Vasari

    R$ 109,90
    R$ 76,93


  • DE CRISTO AOS JUDEUS DA CORTE - HISTÓRIA DO ANTI-SEMITISMO I, livro de Léon Poliakov

    DE CRISTO AOS JUDEUS DA CORTE - HISTÓRIA DO ANTI-SEMITISMO I

    Léon Poliakov

    R$ 55,00
    R$ 49,50


  • EUROPA SUICIDA: 1870-1933, A - HISTÓRIA DO ANTI-SEMITISMO IV, livro de Léon Poliakov

    EUROPA SUICIDA: 1870-1933, A - HISTÓRIA DO ANTI-SEMITISMO IV

    Léon Poliakov

    R$ 57,00
    R$ 51,30


Descrição
Tradução de Gustavo Piqueira

Escrita no século II por Luciano de Samósata, A História Verdadeira pode ser considerada uma das grandes precursoras da ficção científica na literatura, sendo influente para autores como Swift, Voltaire, Verne, Morus e Rabelais. Não era intenção do autor tornar-se o pai de um novo gênero literário, mas sim ironizar autores e histórias já clássicas e “mirabolantes”. A liberdade completamente desrespeitosa que Luciano apresenta em A História Verdadeira é tônico dos mais revigorantes para diversas afecções contemporâneas.

A História Verdadeira é uma obra extremamente original e pouco difundida nos dias de hoje. Na sua introdução ela já apresenta um curioso alerta do autor: “Você não encontrará pela frente uma única palavra verdadeira. Nenhuma. Escrevo sobre fatos que nunca vi, nem vivi. De que nem sequer ouvi falar. Sobre o que não existe, nem jamais poderia existir.” E ainda deixa um aviso aos leitores: “Não acreditem em mim.” E defende sua falsidade, como sendo mais honesta, pois assume estar mentindo.

A história começa com a partida de um navio das colunas de Héracles, pelo Oceano Ocidental, com o desejo de descobrir onde acabava o mar e quem habitava esse lugar. Durante o percurso são descritos seres, paisagens e situações, realmente, inacreditáveis. Algumas são tão absurdas que o narrador chega a dizer, com evidente ironia, que tem “receio de descrever…”, “pois são tão impressionantes que talvez você não creia em mim.” A narrativa é dividida em duas partes, a primeira conta as viagens interplanetárias e a segunda mistura figuras ilustres que realmente existiram junto a outras que nunca saíram da ficção.

Para Gustavo Piqueira, A História Verdadeira é uma espécie de Odisseia sem Ulisses, Penélope ou Ítaca; uma Odisseia sem heroi ou heroísmo. E acrescenta: “Luciano tem uma ironia sem freios, ele ri de todos. Da imaginação de Homero: ‘O grande mentor de toda essa palhaçada foi Ulisses, de Homero, ao entreter a corte de Alcínoo com ventos aprisionados, cíclopes, canibais, criaturas de muitas cabeças e companheiros transformados em bestas por feitiçaria’. Da eloqüência de Sócrates, que ‘parecia apaixonado por Jacinto, de tanto que o refutava’. E do idealismo de Platão: ‘pelo que me contaram, ele vivia numa república construída por si próprio, sob leis que ele mesmo promulgara’. Ou seja: ninguém escapa – e ele não bate em cachorro morto. Pelo contrário, inclusive.”

Sobre o autor

Luciano nasceu em Samósata, província romana da Síria, perto do ano de 120, e morreu pouco depois de 181, provavelmente em Alexandria, no Egito. Pouca coisa se sabe a respeito da sua vida, mas o apogeu de sua atividade literária se deu entre 161 e 180, durante o reinado de Marco Aurélio. Escreveu em grego e se tornou conhecido por seus diálogos satíricos e suas críticas aos costumes e à sociedade da época. A História Verdadeira e o estilo de seu autor influenciaram escritores como Swift, Voltaire, Verne, Morus e Rabelais.

Sobre o tradutor

Gustavo Piqueira é autor de dez livros entre eles Marlon Brando – Vida e Obra (WMF Martins Fontes, 2008), Manual do Paulistano Moderno e Descolado (WMF Martins Fontes, 2007), Morte aos Papagaios (Ateliê Editorial, 2004), A Vida sem Graça de Charllynho Peruca (Biruta, 2009) e Eu e os Outros Pioneiros da Aviação (Escala Educacional, 2007), ambos selecionados para o PNBE 2010. Também ilustrou livros infantis, desenhou alfabetos e, à frente da Casa Rex, é um dos designers gráficos mais premiados do país, com mais de 100 prêmios internacionais de design, além de dois Jabutis.

Dados Técnicos
Peso: 280g
ISBN: 9788574805788
Google Books Preview





A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann