Perseu, Medusa & Camille Claudel – Sobre a Experiência de Captura Estética, livro de Ada Morgenstern

Perseu, Medusa & Camille Claudel – Sobre a Experiência de Captura Estética

editora: ATELIE
Numa exposição, lendo um livro ou assistindo um concerto, somos muitas vezes remetidos a um estado de devaneio, onde nosso olhar vagueia, nossos pensamentos perambulam, nossos ouvidos passeiam e nossas sensações circulam como seres errantes. Mas, subitamente, algo pode se apoderar de nós. Somos violentamente arrancados deste clima de entrega, tão prazeroso – como que onírico – e arremessados a um outro lugar, um lugar de impacto onde o mundo à volta parece desaparecer, mantendo apenas a nossa frente um único objeto – uma frase sonora, uma cena, um quadro, uma rima... Tudo que era movimento ... [Leia mais]
R$ 46,79
preço de capa: R$ 58,00
economia de: R$ 11,21 (19%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$15,60 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Numa exposição, lendo um livro ou assistindo um concerto, somos muitas vezes remetidos a um estado de devaneio, onde nosso olhar vagueia, nossos pensamentos perambulam, nossos ouvidos passeiam e nossas sensações circulam como seres errantes. Mas, subitamente, algo pode se apoderar de nós. Somos violentamente arrancados deste clima de entrega, tão prazeroso – como que onírico – e arremessados a um outro lugar, um lugar de impacto onde o mundo à volta parece desaparecer, mantendo apenas a nossa frente um único objeto – uma frase sonora, uma cena, um quadro, uma rima... Tudo que era movimento cessa: os olhos, os ouvidos, os pensamentos, as sensações… todos se paralisam...

Que poder é esse, tão arrebatador, que uma obra de arte pode ter sobre nós, a ponto de nos convocar a uma entrega, de nos conduzir ao enlevo e ao mesmo tempo promover um impacto que nos "captura"?

Que potência é essa que a subjetividade humana possui e que a torna capaz de uma experiência dessa ordem?

E, afinal, quem se revela nessa "captura"? A obra de arte ou o espectador?

"[É] inevitável sentirmo-nos, também, capturados pelo processo vivido pela autora, processo que passa a reverberar e exigir trabalho de cada leitor, no resgate significante de momentos análogos, quando, siderados pelo olhar elucidativo lançado pela obra de arte, passamos a saber mais sobre nós mesmos. Cada qual em suas parcerias singulares junto às várias linguagens artísticas é capaz de retomar, então, incitado pelo desenrolar da narrativa de Ada, momentos fulgurantes nos quais a expe­riência estética de captura sobrevém para iluminar nossa vida, nos levando a assumir perspectivas inéditas de nós mesmos.

"Nada mais se poderia desejar de um trabalho que se estabelece no complexo território de interface conformado entre a psicanálise e a arte. Ada Morgenstern transita com desenvoltura nesta região de fronteira e, como psicanalista e artista plástica, enseja um diálogo fertilizador para ambos os saberes, diálogo que certamente ecoa e fecunda, por sua vez, todos aqueles que se dispõem a ele." – Noemi Moritz Kon

Ada Morgenstern é psicanalista com formação no Instituto Sedes Sapientiae e mestre em Psicologia social pelo Instituto de Psicologia da USP. Exerce a clinica desde 1977. É ainda artista plástica, professora e supervisora do curso Psicanálise da Criança no Instituto Sedes Sapientiae. Publicou em co-autoria os livros Mais Além do Sonhar e Psicanálise com Crianças – Perspectivas Teórico-clinicas.

Dados Técnicos
Peso: 370g
ISBN: 9788574804231