Iracema - Lenda do Ceará, livro de José de Alencar

Iracema - Lenda do Ceará

editora: ATELIE
Sendo um grande romance indianista, Iracema - Lenda do Ceará é também um dos mais belos textos da literatura brasileira. Nele, Alencar soube aproveitar sugestões da natureza americana e do idioma dos índios, fazendo-as refletir diretamente sobre sua linguagem, de ritmo maravilhoso e encantador. O romance conta a estória dos amores de uma índia tabajara e um guerreiro português. Sua fábula é simples e pode ser resumida assim: chega ao continente americano um explorador europeu, Martim, que se une a uma índia com funções sagradas em sua tribo. Essa união quebra um tabu, e a moça paga com ... [Leia mais]
R$ 30,36
preço de capa: R$ 38,00
economia de: R$ 7,64 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$10,12 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Sendo um grande romance indianista, Iracema - Lenda do Ceará é também um dos mais belos textos da literatura brasileira. Nele, Alencar soube aproveitar sugestões da natureza americana e do idioma dos índios, fazendo-as refletir diretamente sobre sua linguagem, de ritmo maravilhoso e encantador. O romance conta a estória dos amores de uma índia tabajara e um guerreiro português. Sua fábula é simples e pode ser resumida assim: chega ao continente americano um explorador europeu, Martim, que se une a uma índia com funções sagradas em sua tribo. Essa união quebra um tabu, e a moça paga com a vida. Deixa, no entanto, um filho mestiço, Moacir, que emigra para a Europa. Iracema pode ser interpretado como alegoria da colonização brasileira, particularizada na história do Ceará e ampliada para todo o continente americano. Mais que uma simples personagem, Iracema simboliza a própria natureza: seu lábio é de mel, seu cabelo é como a asa da graúna, seu hálito é baunilha, seu talhe é de palmeira, seu andar é de ema. Decorrente de livre interpretação da idéia rousseauniana, essa fusão do homem com a natureza revela a enorme identidade de Alencar com o Romantismo poé tico, embora escrevesse em prosa.Paulo Franchetti é professor titular no Departamento de Teoria Literária da Unicamp e presidente da editora da mesma universidade. Escreveu, entre outros, Estudos de Literatura Brasileira e Portuguesa. Seu livro de haicais, Oeste, representa uma das mais admiráveis experiências na recente poesia brasileira. Para a coleção Clássicos Ateliê organizou também O Primo Basílio, A Cidade e as Serras e Dom Casmurro, estes dois últimos em parceria com Leila Guenther. Leila Guenther é formada em Letras pela Universidade de São Paulo e autora do livro de contos O Vôo Noturno das Galinhas.

Dados Técnicos
Peso: 301g
ISBN: 9788574803241