Guimarães Rosa – Fronteiras, Margens, Passagens, livro de Marli Fantini

Guimarães Rosa – Fronteiras, Margens, Passagens

editora: ATELIE
Guimarães Rosa notabilizou-se como escritor, médico, diplomata, poliglota e viajante contumaz. Menino ainda, muda-se de Cordisburgo para São João Del Rey e depois para Belo Horizonte, onde, em 1930, se forma em Medicina pela UFMG. Nesse mesmo ano, casa-se e vai exercer a profissão no interior de Minas, primeiro em Itaguara e logo depois em Barbacena.     Em 1934, já dominando muitos idiomas, é aprovado para o Itamaraty e troca a medicina pela diplomacia. Em 1938, é Cônsul-adjunto em Hamburgo, Alemanha, lá permanecendo, em meio à II Guerra Mundial, até 1942. Junto com Aracy Moebius, sua e... [Leia mais]
R$ 51,79
preço de capa: R$ 65,00
economia de: R$ 13,21 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$17,26 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
Guimarães Rosa notabilizou-se como escritor, médico, diplomata, poliglota e viajante contumaz. Menino ainda, muda-se de Cordisburgo para São João Del Rey e depois para Belo Horizonte, onde, em 1930, se forma em Medicina pela UFMG. Nesse mesmo ano, casa-se e vai exercer a profissão no interior de Minas, primeiro em Itaguara e logo depois em Barbacena.     Em 1934, já dominando muitos idiomas, é aprovado para o Itamaraty e troca a medicina pela diplomacia. Em 1938, é Cônsul-adjunto em Hamburgo, Alemanha, lá permanecendo, em meio à II Guerra Mundial, até 1942. Junto com Aracy Moebius, sua então companheira, salva a vida de dezenas de judeus das mãos da Gestapo.     Em 1965, Rosa concede alentada entrevista ao crítico alemão Gunther Lorenz. Quando indagado sobre o risco sofrido em seu confronto com os nazistas, ele se ampara no distanciamento físico e irônico mediante o qual pode esquivar-se dos grandes desassossegos e pronunciar o testemunho de sua traumática experiência de guerra: "Foi alguma coisa assim, mas havia também algo diferente: um diplomata é um sonhador e por isso pude exercer bem essa profissão. O diplomata acredita que pode remediar o que os políticos arruinaram. Por isso agi daquela forma e não de outra. E também por isso gosto muito de ser diplomata. E agora o que houve em Hamburgo é preciso acrescentar mais alguma coisa. Eu, o homem do sertão, não posso presenciar injustiças. No sertão, num caso desses imediatamente a gente saca o revólver, e lá isso não era possível. Precisamente por isso idealizei um estratagema diplomático, e não foi assim tão perigoso. E agora me ocupo de problemas de limites de fronteiras e por isso vivo muito mais limitado."     Esse e outros focos a iluminar a vida e a obra literária do escritor mineiro são salientados por Marli Fantini no livro Guimarães Rosa - Fronteiras, Margens, Passagens.Marli Fantini é docente de Teoria da Literatura e Literatura Comparada da Faculdade de Letras da UFMG. Sua produção crítica - livros, artigos e ensaios - volta-se para os estudos literários e culturais das literaturas de língua portuguesa, destacando-se, em especial, seus estudos sobre as obras de Guimarães Rosa e de Machado de Assis.Prêmio Jabuti 2005 - 1º Lugar em Teoria/Crítica Literária

Dados Técnicos
Peso: 471g
ISBN: 9788574802107