TERRITÓRIO PRIMITIVO: A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ARQUEOLOGIA NO BRASIL (1870-1917), livro de LÚCIO MENEZES FERREIRA

TERRITÓRIO PRIMITIVO: A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ARQUEOLOGIA NO BRASIL (1870-1917)

editora: EDIPUCRS
“A História da Arqueologia é uma linha de pesquisa bem constituída internacionalmente. Desde o final dos anos 1980, são inúmeras as publicações nessa área. No Brasil, contudo, o assunto é pouco pesquisado. (...) Esse livro de Lúcio Menezes Ferreira, entretanto, mostra que a Arqueologia institucionalizou-se, no Brasil, durante o império e a Primeira República. Analisa pormenorizadamente o desenvolvimento da pesquisa arqueológica em três dos principais museus brasileiros: o Museu Botânico do Amazonas, dirigido por João Barbosa Rodrigues; o Museu Paraense, sob a gestão de Emilio Goeldi; e o Mu... [Leia mais]
R$ 25,36
preço de capa: R$ 28,00
economia de: R$ 2,64 (9%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$8,45 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
“A História da Arqueologia é uma linha de pesquisa bem constituída internacionalmente. Desde o final dos anos 1980, são inúmeras as publicações nessa área. No Brasil, contudo, o assunto é pouco pesquisado. (...) Esse livro de Lúcio Menezes Ferreira, entretanto, mostra que a Arqueologia institucionalizou-se, no Brasil, durante o império e a Primeira República. Analisa pormenorizadamente o desenvolvimento da pesquisa arqueológica em três dos principais museus brasileiros: o Museu Botânico do Amazonas, dirigido por João Barbosa Rodrigues; o Museu Paraense, sob a gestão de Emilio Goeldi; e o Museu Paulista, administrado por Hermann Von Ihering.”

Dados Técnicos
Páginas: 220
Peso: 340g
ISBN: 9788574309927