Música popular: do gramofone ao rádio e TV, livro de José Ramos Tinhorão

Música popular: do gramofone ao rádio e TV

editora: EDITORA 34
assunto:
No século XVI, Rabelais anteviu em seu Pantagruel a possibilidade de se captar e armazenar os sons em um suporte físico, mas isso só se tornou possível com a invenção do gramofone, no final do século XIX. O fonógrafo de Edison, patenteado em 1877, deu início à era industrial na história da música - e apenas dois anos após sua invenção, já havia demonstrações do aparelho no Brasil.

Em 1922, no Rio de Janeiro, é instalada no Corcovado a primeira antena para transmissão de ondas radiofônicas, o que pouco depois daria origem a uma das fases mais prolíficas da música popular brasil... [Leia mais]
R$ 43,21
preço de capa: R$ 53,00
economia de: R$ 9,79 (18%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,40 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
No século XVI, Rabelais anteviu em seu Pantagruel a possibilidade de se captar e armazenar os sons em um suporte físico, mas isso só se tornou possível com a invenção do gramofone, no final do século XIX. O fonógrafo de Edison, patenteado em 1877, deu início à era industrial na história da música - e apenas dois anos após sua invenção, já havia demonstrações do aparelho no Brasil.

Em 1922, no Rio de Janeiro, é instalada no Corcovado a primeira antena para transmissão de ondas radiofônicas, o que pouco depois daria origem a uma das fases mais prolíficas da música popular brasileira: a era do rádio. Na década de 1950, com o advento da televisão, aos sons se juntariam as imagens, e se popularizaram, entre outros eventos, os festivais de MPB.

Toda essa história, com o foco voltado ao aparecimento de cada fenômeno, é contada com grande riqueza de detalhes neste Música popular: do gramofone ao rádio e TV. Para isso, José Ramos Tinhorão se valeu de seu faro de pesquisador e recolheu em centenas de livros, discos e periódicos - e também em testemunhos de época - os registros inaugurais destas novas tecnologias, bem como seu impacto transformador na cultura e no comportamento social.

Sobre o autor

José Ramos Tinhorão nasceu em Santos, SP, em 1928, e foi criado no Rio de Janeiro, cidade onde morou até sua mudança para São Paulo em 1968. Colaborou como jornalista no Diário Carioca, Jornal do Brasil, TV Excelsior, TV Globo, Rádio Nacional e Veja, entre outros, e é autor de mais de 25 livros sobre a cultura popular e a música brasileira, publicados no Brasil e em Portugal. Em suas pesquisas reuniu um importante acervo de discos, partituras, periódicos, livros e fotos, hoje disponível no Instituto Moreira Salles.

Dados Técnicos
Páginas: 272
Peso: 304g
ISBN: 9788573265873