Buriti do Brasil e da Grécia, livro de Luiz Roncari

Buriti do Brasil e da Grécia

editora: EDITORA 34
Desenhos de Eduardo Haesbaert

240 p. - 14 x 21 cm
2013 - 1ª edição

Como dar conta da surpreendente trama de vozes, figuras, paisagens e situações que compõem a novela "Buriti", que completa o ciclo de Corpo de baile, publicado por Guimarães Rosa em 1956, fazendo jus, por um lado, a seu alcance universal e, por outro, a seu profundo enraizamento na realidade familiar do patriarcalismo brasileiro? A pergunta, que tem suscitado um sem-número de caminhos interpretativos, encontra em Buriti do Brasil e da Grécia, de Luiz Roncari, uma respost... [Leia mais]
R$ 43,20
preço de capa: R$ 54,00
economia de: R$ 10,80 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,40 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Desenhos de Eduardo Haesbaert

240 p. - 14 x 21 cm
2013 - 1ª edição

Como dar conta da surpreendente trama de vozes, figuras, paisagens e situações que compõem a novela "Buriti", que completa o ciclo de Corpo de baile, publicado por Guimarães Rosa em 1956, fazendo jus, por um lado, a seu alcance universal e, por outro, a seu profundo enraizamento na realidade familiar do patriarcalismo brasileiro? A pergunta, que tem suscitado um sem-número de caminhos interpretativos, encontra em Buriti do Brasil e da Grécia, de Luiz Roncari, uma resposta abrangente e original.

Centrando sua análise nessa novela, o professor de Literatura Brasileira da Universidade de São Paulo revolve várias camadas de sentido que conformam o texto rosiano para eleger uma poderosa matriz de interpretação: o mito grego de Dioniso/Ariadne e sua vigência no sertão de Guimarães Rosa.

Na fazenda Buriti Bom, a que chega Miguel - o mesmo Miguel, Miguilim, de "Campo Geral", agora adulto -, tudo se dá sob a égide do Buriti-Grande, árvore axial e totêmica. Ali convivem lado a lado ritmos da natureza e ritos da cultura urbana e sertaneja, anseios de liberdade dos personagens e amarras do patriarcalismo tradicional. Com tino crítico acurado, Luiz Roncari ilumina as passagens decisivas desta novela excepcional em que os impulsos antagônicos de Eros e de Pan se manifestam com uma força incomum.

Sobre o autor

Luiz Roncari nasceu em Iacanga, SP, em 1945, e fez toda a sua carreira acadêmica na Universidade de São Paulo. Formado em História, tornou-se mestre em História Social e doutor em Literatura Brasileira. Fez seu pós-doutorado na Itália, como bolsista da CAPES na Università degli Studi di Roma "La Sapienza". Atualmente é professor titular da área de Literatura Brasileira da FFLCH-USP e pesquisador-bolsista do CNPq. Publicou o romance Rum para Rondônia (1991); e os livros de ensaio Literatura brasileira: dos primeiros cronistas aos últimos românticos (1995/2002), O Brasil de Rosa: o amor e o poder (2004) e O cão do sertão: literatura e engajamento (2007).

O artista plástico Eduardo Haesbaert nasceu na cidade de Faxinal do Soturno, Rio Grande do Sul, em 1968. Estudou desenho e pintura na Escola de Artes ASPES, de Santana do Livramento, e desenho e gravura e no Ateliê Livre da Prefeitura de Porto Alegre. Foi assistente do pintor Iberê Camargo entre 1990 e 1994, e hoje coordena o Acervo e o Ateliê de Gravura da Fundação Iberê Camargo, em Porto Alegre, onde vive e trabalha.

Dados Técnicos
Páginas: 240
Peso: 310g
ISBN: 9788573265460