Controle Civil Sobre os Militares - e a política de defesa na Argentina, no Brasil, no Chile e no Uruguai, livro de Héctor Luis Saint-Pierre (Org.)

Controle Civil Sobre os Militares - e a política de defesa na Argentina, no Brasil, no Chile e no Uruguai

editora: UNESP
Aos poucos, a bibliografia sobre as relações Forças Armadas e sociedade civil vai se solidificando, não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina. Algumas instituições tanto de pesquisa, quanto de ensino, já têm razoável conhecimento acumulado, que pode ser percebido pelas linhas de investigação dos programas de pós-graduação e pelo volume de teses produzidas. Durante muito tempo, os interessados em realizar estudos que focalizassem os militares, de forma geral, encontraram dificuldade para serem aceitos no meio acadêmico, sobretudo em função dos regimes que vigoravam no co... [Leia mais]
R$ 29,64
preço de capa: R$ 34,00
economia de: R$ 4,36 (13%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$9,88 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Aos poucos, a bibliografia sobre as relações Forças Armadas e sociedade civil vai se solidificando, não apenas no Brasil, mas em toda a América Latina. Algumas instituições tanto de pesquisa, quanto de ensino, já têm razoável conhecimento acumulado, que pode ser percebido pelas linhas de investigação dos programas de pós-graduação e pelo volume de teses produzidas. Durante muito tempo, os interessados em realizar estudos que focalizassem os militares, de forma geral, encontraram dificuldade para serem aceitos no meio acadêmico, sobretudo em função dos regimes que vigoravam no continente. Mesmo depois, a situação ainda permaneceu, não obstante alguns centros de pesquisa, dentro e fora da universidade, passassem a discutir o papel das Forças Armadas, as diferenças dessas nos demais países, além de problemas relacionados com a defesa e segurança. Passada essa fase, o número atual de pesquisadores interessados no assunto é relativamente grande, o que motivou, inclusive, a criação de uma associação dedicada especificamente aos estudos estratégicos.

Apesar de várias análises terem sido realizadas, jogando luz sobre as relações civis- militares, ainda são relativamente pouco numerosos aqueles que se atrevem a dedicar suas atenções nos estudos comparativos, envolvendo realidades semelhantes, às vezes nem tanto, de dois ou mais Estados da região.

A proposta do presente livro caminha nessa direção. Composto de 4 ensaios, os autores debruçam-se sobre os processos de transição democrática em locais como o Brasil e a Argentina, como fazem Héctor Saint-Pierre, em parceria com Erica Cristina Winnand. A Argentina ocupa espaço, igualmente, no escrito de Ernesto Lopez, que trata do controle civil sobre os militares daquele país. Por sua vez, o Chile é alvo de atenção nos outros dois textos. No primeiro, Carlos Gutierrez faz o mesmo que Lopez, focalizando a realidade de seu país. Por sua vez, Julian Gonzalez Guyer dedica seus olhares sobre as relações civis-militares em dois casos: o chileno e o uruguaio.

Isoladamente, cada ensaio seria uma contribuição boa mas, mesmo assim, restrita aos estudiosos dessas questões. Em conjunto, porém, fornecem material extremamente rico, que propicia uma visão bastante ampla dos processos recentes da história política regional, de onde se podem extrair profundas lições. A leitura atenta dos textos que compõem essa obra, nos ajudará a entender as motivações, as dificuldades, e porque precisamos discutir sempre problemas e instituições que dizem respeito não apenas ao Estado, mas a toda a sociedade.

Dados Técnicos
Peso: 202g
ISBN: 9788571397811