Luz que Vem do Interior - A Guerra Civil Argentina Ganha Um Novo Capítulo em com Vivido Cien Veces, livro de Phelipe de Lima Cerdeira

Luz que Vem do Interior - A Guerra Civil Argentina Ganha Um Novo Capítulo em com Vivido Cien Veces


R$ 43,50
preço de capa: R$ 58,00
economia de: R$ 14,50 (25%)
editora: PONTES
prazo: Postagem em 1 dia útil + frete
Apenas 3 em estoque.
   adicionar ao carrinho
  • Os gêneros do discurso, livro de Mikhail Bakhtin

    Os gêneros do discurso

    Mikhail Bakhtin

    R$ 46,00
    R$ 37,72


  • Da Alemanha, livro de Madame de Staël

    Da Alemanha

    Madame de Staël

    R$ 118,00
    R$ 96,76


  • Cenas em Jogo - Literatura, Cinema, Psicanálise, livro de Renato Tardivo

    Cenas em Jogo - Literatura, Cinema, Psicanálise

    Renato Tardivo

    R$ 33,00
    R$ 25,41


  • Histórias de livros perdidos, livro de Giorgio Van Straten

    Histórias de livros perdidos

    Giorgio Van Straten

    R$ 38,00
    R$ 31,16


  • Hora da estrela - Clarice Lispector 40 anos, livro de Edgar Cézar Nolasco

    Hora da estrela - Clarice Lispector 40 anos

    Edgar Cézar Nolasco

    R$ 48,00
    R$ 36,48


  • Lutas e auroras -  Os avessos do Grande sertão: veredas, livro de Luiz Roncari

    Lutas e auroras - Os avessos do Grande sertão: veredas

    Luiz Roncari

    R$ 54,00
    R$ 44,28


  • Ao Vires Isto - Gertrude Stein, livro de Daniella Aguiar, Luci Collin, João Queiroz

    Ao Vires Isto - Gertrude Stein

    Daniella Aguiar, Luci Collin, João Queiroz

    R$ 44,90
    R$ 36,82


Descrição
Trazer uma luz a um passado particular da história é mais uma possibilidade para verbalizar a maneira pela qual o romance histórico se comporta na Argentina. No en­tanto, trazer uma Luz, ficcional personificação da sobrevivência e atuação de uma prov íncia como Córdoba e, de alguma maneira, do interior do país era o desafio de Cristina Bajo. Aludida como a nueva gran dama de la literatura argentina, Bajo estreia no cenário literário argentino em 1995, a partir do seu romance Como vivido cienveces. Tal obra valoriza o quanto a (re)consideração e o questionamento contínuo dos metarrelatos podem, criticamente, abrir espaço não para a destituição da história, mas para a fomentação de novas his­tórias. A escolha do primeiro verbo para a construção de Como vivido cienveces é, portanto, simbólica. Iluminaba. Um verbo conjugado para demonstrar a imperfeição do passado, uma palavra para exemplificar como o romance histórico argentino parece estar dedicado a aumentar o campo de visão e escut ar as vozes não ouvidas, revelar os textos que, muitos, pensavam terem sido apagados. A razão para tensionar as certezas pretensiosamente concretas? “() Porque es preciso no olvidar, doña Luz. Los pueblos de mala memoria están destinados a la ignomi nia(BAJO, 1997, p. 277). Para quem decidir saber os próximos capítulos entre ficção e história, uma sen­sação sem igual, como aquela sentida por Luz: a de viver cem vezes.

Dados Técnicos
Páginas: 382
Peso: 581g
ISBN: 9788571139800
Google Books Preview





A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann