Jornalismo sensacionalista na imprensa gaúcha, livro de Fábio Rausch

Jornalismo sensacionalista na imprensa gaúcha

editora: EDUCS
Este livro é uma versão revista e ampliada da dissertação de mestrado em Comunicação Social, de Fábio Rausch, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Em 50 anos de história da imprensa gaúcha, o autor analisa as coberturas dos jornais Diário de Notícias e Última Hora ao Caso Kliemann (1962); Zero Hora e RS - O Jornal do Jockymann ao Caso Daudt (1988); Correio do Povo e Diário Gaúcho ao Caso Eliseu (2010). Rausch propõe formas para codificar o jornalismo sensacionalista, como gênero jornalístico. Procura examinar até que ponto se poderia falar em uma imprensa sens... [Leia mais]
R$ 32,13
preço de capa: R$ 40,00
economia de: R$ 7,87 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$10,71 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Este livro é uma versão revista e ampliada da dissertação de mestrado em Comunicação Social, de Fábio Rausch, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Em 50 anos de história da imprensa gaúcha, o autor analisa as coberturas dos jornais Diário de Notícias e Última Hora ao Caso Kliemann (1962); Zero Hora e RS - O Jornal do Jockymann ao Caso Daudt (1988); Correio do Povo e Diário Gaúcho ao Caso Eliseu (2010). Rausch propõe formas para codificar o jornalismo sensacionalista, como gênero jornalístico. Procura examinar até que ponto se poderia falar em uma imprensa sensacionalista, no contexto histórico do jornalismo sul-rio-grandense. Também retoma as raízes do jornalismo, desde a Roma antiga. Verifica, ainda, origens e aplicações diversas de alguns elementos, como fait divers, sensacionalismo, estereótipo, crime, etc.

Dados Técnicos
Peso: 0g
ISBN: 9788570617910