O comportamento político de Joaquim Nabuco, livro de Fernando da Cruz Gouvêa

O comportamento político de Joaquim Nabuco


R$ 24,50
preço de capa: R$ 35,00
economia de: R$ 10,50 (30%)
estoque: 5 exemplares
   adicionar ao carrinho
editora: MASSANGANA
condição: Livro novo
prazo: Envio em 1 dia útil + frete
  • O artista da pá - Contos de Kolimá 3, livro de Varlam Chalámov

    O artista da pá - Contos de Kolimá 3

    Varlam Chalámov

    R$ 68,00
    R$ 52,36


  • A margem esquerda - Contos de Kolimá 2, livro de Varlam Chalámov

    A margem esquerda - Contos de Kolimá 2

    Varlam Chalámov

    R$ 59,00
    R$ 45,43


  • A guerra não tem rosto de mulher, livro de Svetlana Aleksiévitch

    A guerra não tem rosto de mulher

    Svetlana Aleksiévitch

    R$ 52,90
    R$ 39,68


  • O marxismo ocidental - como nasceu, como morreu, como pode renascer, livro de Domenico Losurdo

    O marxismo ocidental - como nasceu, como morreu, como pode renascer

    Domenico Losurdo

    R$ 49,00
    R$ 38,22


  • Como se revoltar?, livro de Patrick Boucheron

    Como se revoltar?

    Patrick Boucheron

    R$ 34,00
    R$ 33,66


Descrição
“Nabuco é fonte inesgotável de estudos e de inspiração”, diz o autor, que enfoca nesta obra a campanha do abolicionista para deputado pela província de Pernambuco. “Foi sua campanha mais dura, mais áspera e mais bonita”, afirma, informando que pela primeira vez foram realizados comícios ao ar livre em Pernambuco - e Nabuco foi o introdutor da prática. Também foram organizadas “marchas a pé” - o equivalente hoje às passeatas. Foi nesta campanha, diz Fernando em "O comportamento político de Nabuco", que o abolicionista levantou pela primeira vez, publicamente, “a bandeira de uma lei agrária”, numa época em que a propriedade da terra não era nem de longe questionada.“Eu, pois, se for eleito, não separarei mais as duas questões - a da emancipação dos escravos e a democratização do solo”, prometeu Nabuco, em um dos seus discursos. “Uma é o complemento da outra. Acabar com a escravidão não nos basta, é preciso destruir a obra da escravidão”. Os atos de Nabuco, nesta campanha, foram realizados no Teatro de Santa Isabel e ao ar livre. Seus discursos seriam depois publicados em livro: Campanha abolicionista no Recife. Embora tenha sido a vida toda um liberal, houve um período em sua vida, de 1877 a 1888, em que ele foi um líder abolicionista defensor de teses radicais para a época. Por isso foi chamado de “anarquista”, “comunista” e “petroleiro” (expressão que hoje equivale a incendiário). Na campanha, o seu radicalismo ganhou mais notoriedade, porque era defendido nas ruas, com o povo, e replicado na imprensa. Em um ato feito no bairro da Madalena, então habitado pelas pessoas de maior renda na cidade, ele foi enfático: “Falo, hoje, no bairro da riqueza do Recife, como domingo passado falei no bairro da miséria. Seja-me permitido dizer que essa riqueza não parece digna de entusiasmo ou admiração a quem contemplou a riqueza dos povos livres, a quem descobre o contraste das duras e sabe que este simulacro de opulência com que nos querem deslumbrar, não exprime senão a miséria e o aviltamente da nação brasileira”. Nabuco venceu a eleição, mas não levou. A eleição foi anulada depois de um conflito na contagem de votos, que resultou em um morto e feridos. Ele disputou novo pleito em janeiro do ano seguinte e se elegeu. O livro de Fernando Gouvêa explica toda esta história e, pela profundidade da pesquisa e escolha do tema, é leitura que enriquece a bibliografia de Joaquim Nabuco (1849-1910).

Dados Técnicos
Páginas: 206
Peso: 383g
ISBN: 9788570196248
Google Books Preview




A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann