Caixa Korolenko, livro de Vladimir Korolenko

Caixa Korolenko


R$ 118,66
preço de capa: R$ 124,90
economia de: R$ 6,25 (5%)
   adicionar ao carrinho
editora: CARAMBAIA
condição: Livro novo
prazo: Sob encomenda. Envio em 1 dia útil + frete (grátis nas compras acima de R$149 para todo o Brasil)
  • O tradutor cleptomaníaco e outras histórias de Kornél Esti, livro de Dezsö Kosztolányi

    O tradutor cleptomaníaco e outras histórias de Kornél Esti

    Dezsö Kosztolányi

    R$ 42,00
    R$ 29,40


  • O amor de Mítia, livro de Ivan Búnin

    O amor de Mítia

    Ivan Búnin

    R$ 42,00
    R$ 29,40


  • Os russos, livro de Luis Dolhnikoff (Org.)

    Os russos

    Luis Dolhnikoff (Org.)

    R$ 89,90
    R$ 62,93


  • O artista da pá - Contos de Kolimá 3, livro de Varlam Chalámov

    O artista da pá - Contos de Kolimá 3

    Varlam Chalámov

    R$ 68,00
    R$ 47,60


  • A margem esquerda - Contos de Kolimá 2, livro de Varlam Chalámov

    A margem esquerda - Contos de Kolimá 2

    Varlam Chalámov

    R$ 59,00
    R$ 41,30


Descrição
Tradução de Klara Gourianova

Os livros "Em má companhia – memórias de infância de um amigo meu" e "O músico cego", que compõem esta caixa, são essenciais para conhecer melhor a obra de Vladimir Korolenko (1853 – 1921), considerado por Liev Tolstói “um dos principais contistas da literatura de língua russa” e comparado a Charles Dickens pelo crítico Otto Maia Carpeaux.

Korolenko nasceu no sudeste do Império Russo, em Jitómir, atual Ucrânia – uma região multicultural, que passou pelo domínio russo, polonês e ucraniano, onde ele situa essas duas novelas. Com vinte anos, foi estudar em Moscou, onde se envolveu com movimentos estudantis – o que lhe rendeu uma deportação para a Sibéria. Foi lá, durante o exílio, que começou a escrever. Preocupado em denunciar injustiças sociais e sofrimentos humanos, o escritor é considerado um precursor da literatura proletária. Chamado por seus contemporâneos de “consciência de nossa época”, obteve tanto a aceitação popular como a dos meios intelectuais.

Em "O músico cego", sua obra mais conhecida, Korolenko conta a história de Piótr Popélski, garoto que nasce sem enxergar. A novela mostra a trajetória do menino, suas sensações e reações, entre a luz e a escuridão, e sua sensibilidade e aptidão em relação à música. A narrativa, delicada, foi assim avaliada pelo crítico russo Alexandre Skabitchevsky: “O músico cego é a última palavra da perfeição, uma das obras mais admiráveis com as quais o mundo literário já pôde contar. Impossível pensar em um tema tão simples, com menos artifícios, e ao mesmo tempo uma análise psicológica mais profunda”.

"Em má companhia – memórias de infância de um amigo" meu retrata a amizade de um garoto, filho de um juiz rico, que se envolve com uma turma de meninos de outro estrato social. Por meio dessa amizade, o autor aborda sentimentos básicos de compaixão e compartilhamento, temas que sempre estiveram presentes em seus textos.

Dados Técnicos
Páginas: 120
Peso: 565g
ISBN: 978856900213
Google Books Preview
Busca por Artigos d'O Benedito
Book GlyphKorolenko
...composição de Ekaterina Panikanova O autor Vladimir Korolenko (1853-1921) é pouco familiar aos leitores brasileiros. O russo não era publicado por aqui h...






A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.



Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUSP
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann