Caxiuanã - História natural e ecologia de uma floresta nacional da Amazônia, livro de Pedro Luiz Braga Lisboa, Maria das Graças Ferraz Bezerra, André Luiz de Rezende Cardoso

Caxiuanã - História natural e ecologia de uma floresta nacional da Amazônia

A Flona Caxiuanã foi criada com o objetivo de preservar áreas florestais dos municípios de Portel e Melgaço, entre os rios Xingu e Tocantins, no Pará. Desde os anos 1990, o Museu Goeldi mantém na área a sua base de pesquisas, a “Estação Científica Ferreira Penna”, recebendo cientistas de diversas áreas do conhecimento, valorizando as populações locais e incentivando jovens estudantes que têm o privilégio de conhecer uma das maravilhas de nosso planeta: a Floresta Amazônica. Para os autores que desenvolveram pesquisa de campo sobre a população residente na Unidade de Conservação, que está s... [Leia mais]
R$ 37,50
preço de capa: R$ 45,00
economia de: R$ 7,50 (17%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$12,50 sem juros.
Apenas 5 em estoque.
Descrição
A Flona Caxiuanã foi criada com o objetivo de preservar áreas florestais dos municípios de Portel e Melgaço, entre os rios Xingu e Tocantins, no Pará. Desde os anos 1990, o Museu Goeldi mantém na área a sua base de pesquisas, a “Estação Científica Ferreira Penna”, recebendo cientistas de diversas áreas do conhecimento, valorizando as populações locais e incentivando jovens estudantes que têm o privilégio de conhecer uma das maravilhas de nosso planeta: a Floresta Amazônica. Para os autores que desenvolveram pesquisa de campo sobre a população residente na Unidade de Conservação, que está sob a jurisdição do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), um número significativo de espécies raras e desconhecidas à Ciência é encontrada em Caxiuanã. Mas só quando toda a área for coberta por pesquisas de campo é que se terá a real dimensão da riqueza biológica da região. “Muitos ambientes peculiares de Caxiuanã ainda não foram visitados”, dizem Lisboa, Ferraz e Cardoso. Em apresentação assinada pelo Coordenador das Unidades de Pesquisa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o geólogo Carlos Oití Berbert, “é o espírito de dedicação e entusiasmo da equipe” que conduz os trabalhos científicos na região que ajuda a desvendar mistérios, mas, sobretudo, traz “à luz o conhecimento sobre a grande biodiversidade e geodiversidade locais, conhecimento esse que é básico para a preservação e o eventual aproveitamento sustentável de suas riquezas no futuro”. O livro reconta uma importante parte da história das Unidade de Conservação brasileira, onde o direito crescente a construção da consciência sobre o meio ambiente, na década de 70, culminou com a Conferência das Nações Unidas para o Ambiente Humano, realizada em 1972 em Estolcomo até a criação do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), em 28 de agosto de 2007. A publicação também traz resultados de pesquisas sobre a Floresta Nacional de Caxiuanã: em particular sobre a diversidade florísticas na zona neotropical e a sua riqueza de espécies; as similaridades e diferenças florísticas entre algumas unidades de conservação neotropicais e Caxiuanã; as populações humanas sob influências da Floresta Nacional; a conservação da diversidade biológica da região, entre outros assuntos.

Dados Técnicos
Páginas: 300
Peso: 1208g
ISBN: 9788561377595