Política e cultura, livro de Norberto Bobbio

Política e cultura

editora: UNESP
Qual o papel do intelectual quando as posições extremadas parecem turvar todo o debate? Qual a relação entre cultura e política em uma sociedade democrática? Essas perguntas estão no cerne das preocupações de Norberto Bobbio e são exploradas ao longo dos 15 ensaios coligidos neste Política e cultura. Escrito em um ambiente marcado pela Guerra Fria e pelo fracasso na Itália das forças políticas que procuravam alternativas à polarização entre socialismo e capitalismo, Política e cultura é um dos principais livros de Bobbio, traduzido para 19 idiomas e com mais de 300 mil exemplares vendidos n... [Leia mais]
R$ 67,00
preço de capa: R$ 84,00
economia de: R$ 17,00 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$22,33 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Qual o papel do intelectual quando as posições extremadas parecem turvar todo o debate? Qual a relação entre cultura e política em uma sociedade democrática? Essas perguntas estão no cerne das preocupações de Norberto Bobbio e são exploradas ao longo dos 15 ensaios coligidos neste Política e cultura. Escrito em um ambiente marcado pela Guerra Fria e pelo fracasso na Itália das forças políticas que procuravam alternativas à polarização entre socialismo e capitalismo, Política e cultura é um dos principais livros de Bobbio, traduzido para 19 idiomas e com mais de 300 mil exemplares vendidos no seu país de origem. Nesta obra, o autor desenvolve reflexões vinculadas ao seu ideal de um novo liberalismo, fortemente sensível aos temas da justiça social, mas convicto também em exigir a limitação constitucional e o controle permanente dos poderes do Estado por parte dos cidadãos. Bobbio se coloca aqui na trincheira daqueles que querem tornar ineficaz o dispositivo amigo-inimigo animado pelas ideologias totalitárias, propondo uma reconstrução teórica da autonomia, do respeito e da responsabilidade individual. “A filosofia militante que tenho em mente é uma filosofia em luta contra os ataques, de qualquer lado que venham – tanto daquele dos tradicionalistas como daquele dos inovadores –, à liberdade da razão esclarecedora.” Nesse sentido, a ideia de cultura desempenha papel central, pois no entender do autor significa ponderação, circunspecção, medida, “avaliar todos os argumentos antes de se pronunciar, nunca decidir à maneira de oráculo do qual dependa, de modo irrevogável, uma escolha peremptória e definitiva”. Para ele, o homem de cultura está mais preocupado em disseminar as dúvidas do que em colher certezas. Longe de significar não tomar partido, trata-se de defender a possibilidade de não aceitar os termos da polarização e de submetê-los ao escrutínio da razão. Política e cultura discorre, assim, sobre a necessidade de se construir caminhos para o diálogo e a crítica em tempos de fundamentalismos e intolerância. Uma obra que não se furta a mostrar sua vitalidade.

Dados Técnicos
Páginas: 424
Peso: 520g
ISBN: 9788539306114