Machado de Assis: Crítica Literária e Textos Diversos, livro de Daniela Mantarro Callipo

Machado de Assis: Crítica Literária e Textos Diversos

editora: UNESP
Ao apresentar o Machado de Assis crítico literário, este livro também revolve os primórdios dessa atividade no país, que floresceu juntamente com a própria literatura brasileira, num momento – meados do século 18 – em que esta despontava, no meio intelectual, como um dos elementos com força para ajudar a legitimar a nação recém emancipada. Além de um conjunto significativo de textos do escritor veiculados em periódicos da época, parte jamais publicada em livro, a obra traça toda sua trajetória como crítico, retratando seu amadurecimento como um dos precursores dessa função no país. Machado ... [Leia mais]
R$ 63,93
preço de capa: R$ 89,00
economia de: R$ 25,07 (28%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$21,31 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Ao apresentar o Machado de Assis crítico literário, este livro também revolve os primórdios dessa atividade no país, que floresceu juntamente com a própria literatura brasileira, num momento – meados do século 18 – em que esta despontava, no meio intelectual, como um dos elementos com força para ajudar a legitimar a nação recém emancipada. Além de um conjunto significativo de textos do escritor veiculados em periódicos da época, parte jamais publicada em livro, a obra traça toda sua trajetória como crítico, retratando seu amadurecimento como um dos precursores dessa função no país. Machado de Assis começou a escrever críticas nos anos 1850 e só voltou ao posto de cronista na imprensa (na “Gazeta de Notícias”) em 1892, de acordo com esta pesquisa. Jovem, mas já consagrado como escritor, ele sabia, desde o início, que estava plenamente credenciado para a tarefa. Tanto que, diferentemente de seus contemporâneos, priorizava a produção literária do presente – chegou a publicar crítica negativa sobre um romance de um escritor então louvado, José de Alencar, que ele próprio já chamara de mestre. A crítica de Machado de Assis, mostra ainda a obra, carrega as mesmas características de estilo de seu texto literário, inclusive sua notória ironia. Essa marca está tão presente que Raimundo Magalhães Júnior criou a expressão “crítica às avessas”, para se referir àqueles textos em que o escritor louva exageradamente o que na verdade considerava ruim ou péssimo. Apesar de sua independência e imparcialidade, Machado de Assis procurava preservar-se em determinadas circunstâncias: “São rápidas impressões vertidas para o papel, sem ordem, nem pretensão crítica”, escreveu em comentário sobre a poesia de Antônio Castilho, lembrando que, se apontou defeitos foi porque, sendo este “mestre na literatura portuguesa”, “pode induzir em erro os que forem buscar lições nas suas obras”.

Dados Técnicos
Páginas: 736
Peso: 1238g
ISBN: 9788539304134