Capital e suas metamorfoses, O, livro de Belluzzo , Luiz Gonzaga

Capital e suas metamorfoses, O

editora: UNESP
Diante do fracasso da tentativa de alentar o desenvolvimento no pós-guerra, o mundo pode estar passando por uma “grande transformação” no campo econômico. Contrariamente ao que seria desejável, no entanto, a economia estaria tratando de libertar-se dos “grilhões da sociedade”. Ao desenhar, nesta obra, tal perspectiva sombria, que resultaria da frágil resistência à redução da vida humana à mera relação de troca, Luiz Gonzaga Belluzzo também sinaliza para uma saída. Ainda que esta tenha de brotar de uma situação limite, em que se torne intolerável para a maioria das pessoas a sensação de esta... [Leia mais]
R$ 39,00
preço de capa: R$ 49,00
economia de: R$ 10,00 (20%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$13,00 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Diante do fracasso da tentativa de alentar o desenvolvimento no pós-guerra, o mundo pode estar passando por uma “grande transformação” no campo econômico. Contrariamente ao que seria desejável, no entanto, a economia estaria tratando de libertar-se dos “grilhões da sociedade”. Ao desenhar, nesta obra, tal perspectiva sombria, que resultaria da frágil resistência à redução da vida humana à mera relação de troca, Luiz Gonzaga Belluzzo também sinaliza para uma saída. Ainda que esta tenha de brotar de uma situação limite, em que se torne intolerável para a maioria das pessoas a sensação de estar nas mãos de “tropas de uma ‘racionalização’ sufocante”. Um ou outro cenário, de todo modo, brotam da mesma matriz: o capitalismo contemporâneo, que o autor aborda em alentadas análises nos cinco ensaios deste livro. No percurso para flagrar as artimanhas do capital e tentar compreender as consequências de suas metamorfoses, o autor retorna principalmente a Marx e Keynes, demonstrando a proximidade do pensamento de ambos e sua utilidade para analisar a economia contemporânea em sua complexidade. Mas ele também leva em conta aqui a voz dos movimentos sociais contestatórios. Belluzzo constrói, assim, um panorama de múltiplas faces acerca de algumas questões centrais do mundo moderno, como a financeirização da economia e a incapacidade do desenvolvimento capitalista de atender aos anseios de ascensão, que incentiva e do qual se nutre. O autor também discute a visão de Marx sobre o caráter despótico do capitalismo e se contrapõe à tese de que o domínio das finanças na economia denunciaria um “descolamento” da valorização fictícia dos estoques de riqueza em relação à geração de valor na esfera produtiva - para o Belluzzo, ao contrário, essa hegemonia revela o desenvolvimento de novas formas, ainda mais avançadas, de valor. Trechos “O capitalismo da grande indústria, da finança e da construção do espaço global, entre crises e recuperações, exercitou os poderes de transformar e dominar a natureza – até mesmo de reinventá-la –, suscitando desejos, ambições e esperanças. A versão panglossiana desses prodígios nos ensina que a admirável inclinação para revolucionar as forças produtivas hão de aproximar homens e mulheres do momento em que as penas do trabalho subjugado pelo mando de outrem seriam substituídas pelas delícias e liberdades do ócio com dignidade.” “O sistema de valores e de concepções de vida dos Bobos [de Bobos in Paradise , de David Brooks]não admite o fracasso como resultado da operação de forças que não controlam. Essa válvula de compreensão da vida e de descompressão psicológica não funciona nas subjetividades inchadas pelo individualismo narcisista. A frustração e o medo se transmutaram em revolta contra o Outro.”

Dados Técnicos
Páginas: 192
Peso: 244g
ISBN: 9788539304028