Festa de negro em devoção de branco - Do carnaval na procissão ao teatro no círio, livro de José Ramos Tinhorão

Festa de negro em devoção de branco - Do carnaval na procissão ao teatro no círio


R$ 25,50
preço de capa: R$ 34,00
economia de: R$ 8,50 (25%)
editora: UNESP
assunto:
prazo: Postagem em 1 dia útil + frete
Apenas 3 em estoque.
   adicionar ao carrinho
  • Os sons dos negros no Brasil - cantos, danças, folguedos: origens, livro de José Ramos Tinhorão

    Os sons dos negros no Brasil - cantos, danças, folguedos: origens

    José Ramos Tinhorão

    R$ 41,00
    R$ 28,70


  • História do olho, livro de Georges Bataille

    História do olho

    Georges Bataille

    R$ 59,00
    R$ 47,20


  • Cultura com Aspas, livro de Manuela Carneiro da Cunha

    Cultura com Aspas

    Manuela Carneiro da Cunha

    R$ 69,90
    R$ 55,92


  • História da América Latina, livro de Halperin Donghi

    História da América Latina

    Halperin Donghi

    R$ 54,00
    R$ 43,20


  • De Clinton a Obama - Políticas dos Estados Unidos para a América Latina, livro de Luis Fernando Ayerbe

    De Clinton a Obama - Políticas dos Estados Unidos para a América Latina

    Luis Fernando Ayerbe

    R$ 55,00
    R$ 38,50


  • Profanações, livro de Giorgio Agamben

    Profanações

    Giorgio Agamben

    R$ 36,00
    R$ 25,20


  • Escritos sobre mito e linguagem (1915-1921), livro de Walter Benjamin

    Escritos sobre mito e linguagem (1915-1921)

    Walter Benjamin

    R$ 46,00
    R$ 32,20


Descrição
Este livro integra o filão temático que o escritor e pesquisador cultural e musical José Ramos Tinhorão inaugurou em 1988, ao publicar, em Lisboa, Os negros em Portugal – Uma presença silenciosa. Aqui, ele amplia o foco da obra inicial – onde procura evidenciar que a colônia não era receptora exclusiva do tráfico negreiro – para captar a influência negra na cultura lusitana, algo que, afirma, os portugueses tentam “esquecer”.

Para isso, amparado em minuciosa pesquisa histórica, Tinhorão esmiúça os rituais católicos desde os primórdios, e explicita a participação dos negros nas procissões de Corpus Christi pelo menos a partir dos anos 1600. Ele demonstra nesta obra que os escravos africanos participavam dessas procissões em Portugal ao lado de outras minorias étnico-religiosas – como judeus, mouros e ciganos –, presentes nas confrarias de trabalhadores dos variados ofícios, as quais eram obrigadas a participar do cortejo oficial.

Tinhorão relaciona a estrutura das antigas procissões à das escolas de samba brasileiras, que emergiriam com suas alas coloridas quase seis séculos mais tarde. Tais como estas, as extensas procissões católicas dividiam-se em blocos, naquele caso para comportar as apresentações dos diferentes ofícios de trabalhadores, suas bandeiras, suas coreografias.

Com tais características, embora lembrasse os desfiles aristocráticos de carros alegóricos italianos dos Quatrocentos e o Teatro de Rua da Confraria da Paixão parisiense do século 15, conta Tinhorão, a procissão portuguesa distinguia-se por sua nítida formação popular.

Nas palavras do autor, Festa de negro em devoção de branco comprova, enfim, que a diversidade étnico-cultural “pode conduzir a uma síntese original,quando as diferenças convergem para o que a história mostra como universal no homem: a vontade de viver a vida. Se possível como uma festa”.

Sobre o autor

José Ramos, conhecido pelo seu nome de autor, José Ramos Tinhorão, fez carreira no jornalismo (Diário Carioca, Jornal do Brasil, Correio da Manhã, O Jornal, Última Hora, Revista Senhor, O Pasquim), da qual migrou para a de pesquisador de música popular e de história literária no Brasil. Após estrear como autor em 1966 (com os livros Músicapopular – Um tema em debate e A província e o naturalismo), aprofundou sua pesquisa sobre a participação dos negros na música popular, publicando, em 1988, pela Editorial Caminho (Lisboa), Negros em Portugal. Festa de negro em devoção de branco é seu 28º título.

Dados Técnicos
Peso: 200g
ISBN: 9788539302383
Google Books Preview





A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann