Dançaremos até o amanhecer - Uma etnologia movimentada na Amazônia, livro de Jean-Michel Beaudet

Dançaremos até o amanhecer - Uma etnologia movimentada na Amazônia


R$ 44,80
preço de capa: R$ 64,00
economia de: R$ 19,20 (30%)
   adicionar ao carrinho
editora: EDUSP
condição: Livro novo
prazo: Sob encomenda. Envio em 1 dia útil + frete (grátis nas compras acima de R$149 para todo o Brasil)
  • O perecível e o imperecível: reflexões guarani mbya sobre a existência, livro de Daniel Calazans Pierri

    O perecível e o imperecível: reflexões guarani mbya sobre a existência

    Daniel Calazans Pierri

    R$ 50,00
    R$ 35,00


  • Metafísicas canibais - elementos para uma antropologia pós-estrutural, livro de Eduardo Viveiros de Castro

    Metafísicas canibais - elementos para uma antropologia pós-estrutural

    Eduardo Viveiros de Castro

    R$ 49,90
    R$ 46,91


  • Do corpo ao pó - crônicas da territorialidade kaiowá e guarani nas adjacências da morte, livro de Bruno Martins Morais

    Do corpo ao pó - crônicas da territorialidade kaiowá e guarani nas adjacências da morte

    Bruno Martins Morais

    R$ 50,00
    R$ 47,50


  • Políticas do Sexo, livro de Gayle Rubin

    Políticas do Sexo

    Gayle Rubin

    R$ 39,90
    R$ 37,51


  • A inconstância da alma selvagem, livro de Eduardo Viveiros de Castro

    A inconstância da alma selvagem

    Eduardo Viveiros de Castro

    R$ 75,00
    R$ 70,50


Descrição
Na grande Amazônia e nas terras baixas da América do Sul, os repertórios antigos são dançados com os pés paralelos ao chão e o olhar voltado para a frente ou para baixo. Dança-se em grupo, e os dançarinos, em geral, seguram-se entre si, de modo a constituir formas que variam de uma cultura e de uma dança para outra. Entre muitos povos, os dançarinos desenvolvem percursos coreográficos complexos, geradores de sentido e de transformações cosmológicas. Esta obra dedica-se às danças dos wayãpi do Alto Oiapoque, na Guiana Francesa, propondo o primeiro estudo aprofundado de uma cultura coreográfica amazônica e esboçando algumas comparações em escala continental. Aborda essas formas estéticas contemporâneas da perspectiva dos próprios dançarinos, restituindo a riqueza de um encontro etnográfico de longa duração e o amadurecimento de um trabalho de escrita que se estende desde então.

Dados Técnicos
Páginas: 200
Peso: 399g
ISBN: 9788531416422
Google Books Preview




A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann