Rebelião na Amazônia. Cabanagem, raça e cultura popular no norte do Brasil, 1798-1840, livro de Mark Harris

Rebelião na Amazônia. Cabanagem, raça e cultura popular no norte do Brasil, 1798-1840

editora: UNICAMP
A Amazônia brasileira, no final dos anos 1830, viveu uma das maiores insurreições de camponeses e pobres urbanos do Brasil, conhecida como Cabanagem. De modo único, rebeldes conseguiram controlar câmaras municipais e o governo provincial por mais de um ano. Este livro compara a Cabanagem a outras rebeliões camponeses latino-americanas que lhe foram contemporâneas, e exibe os desafios que ofereceu ao poder centralizado no Brasil. Explorando fontes primárias, afasta-se de outros estudos e revela que os insurgentes não buscavam separação ou mudança revolucionária. Ao contrário, os rebeldes que... [Leia mais]
R$ 62,50
preço de capa: R$ 88,00
economia de: R$ 25,50 (29%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$20,83 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
A Amazônia brasileira, no final dos anos 1830, viveu uma das maiores insurreições de camponeses e pobres urbanos do Brasil, conhecida como Cabanagem. De modo único, rebeldes conseguiram controlar câmaras municipais e o governo provincial por mais de um ano. Este livro compara a Cabanagem a outras rebeliões camponeses latino-americanas que lhe foram contemporâneas, e exibe os desafios que ofereceu ao poder centralizado no Brasil. Explorando fontes primárias, afasta-se de outros estudos e revela que os insurgentes não buscavam separação ou mudança revolucionária. Ao contrário, os rebeldes queriam fazer valer sua visão de uma nação recém-independente e colocar um fim à exploração de um poder distante. A Cabanagem é um momento crítico para entender os motivos pelos quais a Amazônia veio a ser percebida como uma terra à margem da história.

Dados Técnicos
Páginas: 400
Peso: 620g
ISBN: 9788526813977