Além das Transferências de Renda: O Declínio da Desigualdade Regional no Brasil na Década de 2000, livro de Danilo Limoeiro

Além das Transferências de Renda: O Declínio da Desigualdade Regional no Brasil na Década de 2000

editora: UNB
Além das Transferências de Renda examina o declínio das desigualdades regionais brasileiras na década de 2000, focando no crescimento econômico do Nordeste. O livro defende que, não obstante a ênfase das discussões atuais nos programas de transferências de renda, existem outras variáveis, geralmente pouco estudadas, que impactaram este processo. O livro inicia analisando políticas federais. como crédito produtivo e investimento de empresas estatais, que aumentaram a capacidade produtiva da região. Além dessas políticas, a obra avalia como programas de transferência de renda, tal qual o Bols... [Leia mais]
R$ 36,79
preço de capa: R$ 44,00
economia de: R$ 7,21 (16%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$12,26 sem juros.
Apenas 1 em estoque.
Descrição
Além das Transferências de Renda examina o declínio das desigualdades regionais brasileiras na década de 2000, focando no crescimento econômico do Nordeste. O livro defende que, não obstante a ênfase das discussões atuais nos programas de transferências de renda, existem outras variáveis, geralmente pouco estudadas, que impactaram este processo. O livro inicia analisando políticas federais. como crédito produtivo e investimento de empresas estatais, que aumentaram a capacidade produtiva da região. Além dessas políticas, a obra avalia como programas de transferência de renda, tal qual o Bolsa Família, podem incrementar a produção local de bens e serviços por meio do aumento da demanda agregada na região. O livro examina empiricamente o efeito multiplicador das transferências, que chama Keynesianismo regional, a partir de um modelo econométrico com dados de 1.780 municípios do Nordeste. Por fim, a obra avalia o papel dos governos regionais no aumento do dinamismo econômico do Nordeste. Com a descentralização politico-administrativa ocasionada pela Constituição de 1988, os governos estaduais ganharam autonomia e maior capacidade de implementar políticas industriais bem-sucedidas. O caso de Pernambuco é utilizado para ilustrar este argumento. Por fim, a discussão aborda para a sustentabilidade da recente queda das desigualdades regionais no Brasil e propõe uma agenda futura de pesquisa sobre o tema. Mais que conclusões definitivas sobre o tema, a obra espera contribuir para o debate apresentando e explorando preliminarmente algumas hipóteses pouco estudadas pela literatura atual, como o efeito multiplicador do Bolsa Família e as transformações das capacidades dos governos estaduais.

Dados Técnicos
Páginas: 164
Peso: 159g
ISBN: 9788523011338