Epistemologia da errância - Erro, hiato e ciência em discurso, livro de João Flávio de Almeida

Epistemologia da errância - Erro, hiato e ciência em discurso

editora: PONTES
A rigor, ninguém jamais errou: nem pecados, nem enganos, nem fracassos. A natureza não falha, tampouco a língua: o erro é da dimensão do discurso e da ideologia; logo, o erro não é da ordem da descoberta, mas da atribuição. Mas se não há erro na língua, qual é a origem das ilusões, contradições, ambiguidades e de toda sorte de confusões e obstáculos ao projeto iluminista de aperfeiçoamento do saber? A errância. Este texto apresenta a premissa de que não é o erro que está na gênese do mistério da linguagem, mas sim a errância, incorrigível. E se assim o for, é possível que a noção de “erro”... [Leia mais]
R$ 43,67
preço de capa: R$ 46,00
economia de: R$ 2,33 (5%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$5,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$14,56 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
A rigor, ninguém jamais errou: nem pecados, nem enganos, nem fracassos. A natureza não falha, tampouco a língua: o erro é da dimensão do discurso e da ideologia; logo, o erro não é da ordem da descoberta, mas da atribuição. Mas se não há erro na língua, qual é a origem das ilusões, contradições, ambiguidades e de toda sorte de confusões e obstáculos ao projeto iluminista de aperfeiçoamento do saber? A errância. Este texto apresenta a premissa de que não é o erro que está na gênese do mistério da linguagem, mas sim a errância, incorrigível. E se assim o for, é possível que a noção de “erro” tenha sido uma das mais graves ferramentas de sedentarização, controle, apoucamento e repressão do conhecimento.

Dados Técnicos
Páginas: 262
Peso: 440g
ISBN: 9788521701170