Filhos da América, livro de Nélida Pinon

Filhos da América


R$ 51,92
preço de capa: R$ 64,90
economia de: R$ 12,98 (20%)
   adicionar ao carrinho
editora: RECORD
condição: Livro novo
prazo: Sob encomenda. Envio em 3 dias úteis + frete (grátis nas compras acima de R$149 para todo o Brasil)
  • Como Ler um Escritor, livro de John Freeman

    Como Ler um Escritor

    John Freeman

    R$ 57,90
    R$ 46,32


  • Como Viver: Ou uma Biografia de Montaigne em uma Pergunta e Vinte Tentativas de Resposta, livro de Sarah Bakewell

    Como Viver: Ou uma Biografia de Montaigne em uma Pergunta e Vinte Tentativas de Resposta

    Sarah Bakewell

    R$ 47,90
    R$ 38,32


  • Civilização do Espetáculo, A, livro de Mário Vargas Llosa

    Civilização do Espetáculo, A

    Mário Vargas Llosa

    R$ 39,90
    R$ 31,92


  • Crônicas da Dor, As, livro de Melanie Thernstrom

    Crônicas da Dor, As

    Melanie Thernstrom

    R$ 57,90
    R$ 46,32


  • Entre o Trem e a Plataforma, livro de Lucimar Mutarelli

    Entre o Trem e a Plataforma

    Lucimar Mutarelli

    R$ 22,90
    R$ 18,32


  • Alma Do Mundo, A, livro de Roger Scruton

    Alma Do Mundo, A

    Roger Scruton

    R$ 44,90
    R$ 35,92


  • Manual Prático de Bons Modos em Livrarias, livro de Lilian Dorea

    Manual Prático de Bons Modos em Livrarias

    Lilian Dorea

    R$ 35,00
    R$ 28,00


Descrição
"O novo livro da autora de Livro das horas Poucos entre nós, brasileiros, dominam a arte do discurso como Nélida Piñon, algo que a escritora faz vicejar em tudo quanto lhe seja terreno de expressão. Ela é ensaísta o tempo todo. E isso – essa qualidade – diz muito sobre o alcance deste volume. Título que não esconde a curiosidade e o conhecimento da escritora sobre a tradição ibero-americana, Filhos da América abraça – contém – um continente. De assuntos. De ideias. De riscos. De afetos. De apostas. De saudades. De paixões. De – por que não? – obsessões. É assim, sempre por meio da literatura, que a escritora enfrenta a frouxidão moral dos dias correntes, colocando o dever da escrita de pé, de prontidão, cabeça erguida, defendendo o lugar fundamental das “culturas que a modernidade asfixiou” e lhes celebrando a resistência: “São elas que me levam a perambular pelo mundo tendo verbo e imaginação como atributo”. "

Dados Técnicos
Páginas: 400
Peso: 410g
ISBN: 9788501087706
Google Books Preview




A 30PorCento é uma livraria virtual cuja missão principal é potencializar, através dos livros, a renovação do pensamento crítico brasíleiro. Oferecemos livros com desconto em todo nosso catálogo.

Frete: além do Sedex e das entregas de Bicicleta, utilizamos também uma categoria especial e econômica para postagem de livros no correio chamada Impresso com Registro Módico, cujo preço é fixo, por peso, para qualquer cidade do Brasil.

Política de troca e devolução: produtos vendidos e enviados pela Livraria 30porcento podem ser devolvidos em até 30 dias após o recebimento do pedido. Para receber o reembolso total, os produtos devolvidos devem estar em condições de novo. Produtos com defeito podem ser devolvidos no prazo de garantia legal solicitados por email em até 30 dias.


Link para a revista literária O Benedito.

> 7LETRAS
> ALEPH
> ALFAGUARA
> AMARILYS
> ANNABLUME
> ATELIE
> AUTENTICA
> AUTONOMIA LITERÁRIA
> BEM-TE-VI
> BIBLIOTECA AZUL
> BLUCHER
> BOITEMPO
> CARAMBAIA
> COMPANHIA DAS LETRAS
> CORTEZ
> COSACNAIFY
> DISCURSO EDITORIAL
> EDIÇÕES LOYOLA
> EDIPRO
> EDITORA 34
> EDITORA UFRJ
> EDITORA UFV
> EDIÇÕES 70
> EDUEL
> EDUEM
> EDUERJ
> EDUFPA
> EDUSP
> ELEFANTE
> ESTAÇÃO LIBERDADE
> EXPRESSÃO POPULAR
> GLOBAL
> HEDRA
> HUMANITAS
> ILUMINURAS
> INSTITUTO MOREIRA SALLES
> INSTITUTO PIAGET
> MANOLE
> MARTINS FONTES
> MERCADO DE LETRAS
> MUNDARÉU
> NOVA ALEXANDRIA
> NOVA FRONTEIRA
> MUSA
> OCTAVO
> PALAS ATHENA
> PAZ E TERRA
> PERSPECTIVA
> PONTES
> RADIO LONDRES
> SENAC
> SESC SP
> TINTA DA CHINA
> TODAVIA
> TORDESILHAS
> UBU EDITORA
> UNESP
> UNICAMP
> VOZES
> WMF MARTINS FONTES
> ZAHAR
+ editoras




Blog Não Gosto de Plágio - a polêmica do plágio de traduções literárias no Brasil, por Denise Bottmann