Tecnologia e esquecimento: Uma crítica a representações universais de linguagem, livro de Vitor Pequeno

Tecnologia e esquecimento: Uma crítica a representações universais de linguagem

editora: PONTES
O analista de discurso precisa inverter, a todo passo que dá, a fórmula que insiste em colocar o contingente como determinado pelo necessário, e o material como a imanência da ideia. Se, logo no começo, propusemos que a materialidade da escrita não é a mesma que a materialidade da língua, então precisamos levar esse reconhecimento até seu fim. Fazer isso é admitir que a discursividade do enunciado é determinada por mais do que a materialidade da história e da língua. Também faz parte do jogo a materialidade de suas formas concretas de circulação. O apagamento regular do papel dessa materia... [Leia mais]
R$ 54,00
preço de capa: R$ 64,00
economia de: R$ 10,00 (16%)
Frete Grátis
para pedidos acima de R$99,00 ou frete fixo de R$6,90 para todo o Brasil.
Parcele
sua compra em 3x de R$18,00 sem juros.
Apenas 2 em estoque.
Descrição
O analista de discurso precisa inverter, a todo passo que dá, a fórmula que insiste em colocar o contingente como determinado pelo necessário, e o material como a imanência da ideia. Se, logo no começo, propusemos que a materialidade da escrita não é a mesma que a materialidade da língua, então precisamos levar esse reconhecimento até seu fim. Fazer isso é admitir que a discursividade do enunciado é determinada por mais do que a materialidade da história e da língua. Também faz parte do jogo a materialidade de suas formas concretas de circulação. O apagamento regular do papel dessa materialidade técnica constitui, na nossa leitura, algo que não pode ser descrito como menos do que uma forma de esquecimento discreta e definível para a análise de discurso. Um esquecimento da espessura técnica de um enunciado. É desse esquecimento que nos coube aqui, falar.

Dados Técnicos
Páginas: 308
Peso: 481g
ISBN: 9786556370842